Mensagens de Lembranças

Dizer-lhe adeus foi muito difícil, foi o momento mais terrível da minha vida. Meu coração se quebrou em mil pedaços e ainda hoje tento juntá-los.

Mas com o tempo a revolta e a tristeza se transformaram em uma saudade serena. Hoje recordo você e sorrio de gratidão por ter podido fazer parte da sua vida.

Quem realmente amamos jamais morre, e assim sua memória viverá sempre através de mim, do meu amor e da minha eterna saudade.

1 - Viva as emoções

Antes de botar um fim definitivo no namoro, tenham uma boa e velha DR. Conversem sobre tudo que se passou entre o casal, sem acusações, mas com argumentos que incentivarão a evolução de cada um. Bote para fora tudo o que sente e deixe bem claro o motivo do fim. Caso tenha tomado um fora, explique como se sente e não tenha vergonha de se expressar. É melhor chorar tudo de uma vez do que chorar aos poucos.

2 - Fique sem ver o ex por um tempo

Entenda de uma vez por todas que a regra número 2 para quem quer dar um fim em uma história de amor, sem dores de cabeça, é ficar um tempo sem ver o ex. Assim será possível desintoxicar dos anos vividos e guardá-los como boas lembranças. Ver o ex com frequência, além de criar esperanças para ambos os lados, desenvolve um vínculo não agradável e situações – como o ciúmes – que serão corriqueiras e futuramente incontroláveis.

3 - Se puder, dê um tempo nas redes socais

Uma pesquisa feita pela Western University (Canadá) revelou que 88% dos usuários do Facebook acessam o perfil de seus respectivos ex-namorados e 52% assumiram que ficam com ciúmes das fotos publicadas no mural dos antigos namorados. Por isso o Facebook, Twitter e até o saudoso Orkut são um prato cheio para cair em um bad romance. Para não se tornar uma stalker profissional, determine um prazo longe das redes, por exemplo, um mês e cultive o outro lado da vida.

4 - Leia um livro

Já percebeu que o pior inimigo de quem precisa ficar longe do ex é a mente? Por isso, ocupe-a da melhor maneira possível. Não troque a vontade de vê-lo por um hábito novo, mas sim, ocupe a mente com outros interesses seus. A leitura é uma ótima medida, afinal, dá para desencanar do roteiro real e viver outra história e até mesmo entender melhor o que se passa na própria vida, baseada nas histórias lidas.

5 - Ligue para uma amiga

Quando a saudade for forte e a vontade de ver o ex for maior ainda, ligue para uma amiga. Prefira aquela que acompanhou o relacionamento por mais tempo e que vai entender sem julgamentos o que se passa no momento. Desabafe mesmo, ela vai entender perfeitamente seu lado. Só não vale ligar todos os dias, afinal ela não é sua psicóloga, mas sim, sua amiga.

6 – Segure-se antes do próximo relacionamento

Com o tempo, após o fim do namoro, todo mundo sabe que bate uma carência. É aí que mora o perigo. Nada de trocar uma paixão antiga, por uma nova paixão. Às vezes, aparece aquele amigo legal que de repente nem se sente atraída, mas por estar fragilizada acaba se envolvendo demais. Depois do fim de um namoro é normal ficar frágil e assim se apaixonar facilmente também. O ruim disso é substituir as emoções e até comparar as atitudes do atual com o ex. Não é saudável, seja verdadeira consigo mesma.

7 - Trabalhe a autoestima

Ficar triste por dentro, transparece por fora. Por isso, dê um trato no visual! Se estiver insatisfeita com o peso é hora de investir em uma nova dieta, mude o look, invista naquele esporte que sempre teve vontade, compre uma roupa nova, etc. Nenhuma mulher resiste a mimos, não há humor que não melhore!

8 - Desacredite nas falsas esperanças

Ninguém quer deixar o posto de ex, para ser step de ninguém, certo? Portanto, aquela ligação de madrugada, a mensagem no celular que o ex mandou só para saber se está tudo bem, pode ser até fofo, mas deve acabar ali, sem resposta. Isso vale também para você, mocinha! Nada de ficar pedindo ajuda para ele, ou ligando quando bater a saudade. Enquanto os dois lados não estiverem prontos para se ver, qualquer olhar 43 é uma bomba relógio.

9 - Faça uma reavaliação do namoro

Depois de um tempo reflita os momentos vividos a dois e faça uma autoavaliação sua perante o namoro acabado. Veja quais foram os pontos mais frágeis e como agiria se fosse atualmente. Lembre-se que não é para cair na tristeza, ou nostalgia. A autoavaliação está longe de ser um túnel do tempo ao antigo namoro! É um exercício para evoluir seus atos e ver fora da situação o namoro como um todo.

10 – De quem é a culpa?

Tentar remoer o que já aconteceu só piora as coisas. No namoro, só o casal realmente sabe o que aconteceu durante o período juntos. Se existiu alguma coisa que magoou você, supere e continue a vida para frente. Não adianta ficar tentando saber quem errou e esclarecer mais ainda o que já acabou. A vida continua!

(Corpo a Corpo)

Neste momento de terrível dor e saudade quero prestar minha solidariedade a todos vocês. Meus sentimentos pela sua perda!

Tenho certeza que este foi um golpe muito duro para toda família, mas espero que consigam encontrar conforto e força uns nos outros, mesmo assim.

Infelizmente não há muito mais que se possa dizer ou fazer, apenas esperar que o tempo alivie a dor e conserte as feridas.

Quem se foi para sempre viverá nas lembranças que deixou, assim como no amor e saudade dos corações de todos vocês. Que descanse em paz!

Eu amo o silêncio,
porque o silêncio me fala de você.
Amo a natureza,
porque me lembra de você.
Amo a solidão,
porque me aproxima de você.
Amo a lembrança,
porque me traz de volta você.
Amo as estrelas,
porque nelas encontro você.
Amo a vida,
porque a minha vida é você!

Não há despedidas fáceis, sobretudo quando dizemos adeus a alguém que amamos. Mas nenhuma é tão terrível como aquela que leva para outro mundo a alma de um ente querido.

Não há palavras ou gestos capazes de aliviar uma dor tão grande quanto essa, mas eu deixo meus pêsames e quero que saiba que meu coração chora com o seu.

Vai ser difícil de superar, e jamais esquecerá, mas acredite que com o tempo tudo ficará melhor. Pois o tempo trará serenidade e aceitação, e então apenas restarão as saudades, mas para as combater terá as lembranças que guardará para sempre.

Agora chore o que tiver que chorar, mas nunca deixe de lutar pela sua felicidade, pois na vida deve haver um tempo para tudo e depois do luto você deve seguir o seu caminho.

Saudade faz sempre doer
E é difícil de superar
Mas há saudade que é
Simplesmente impossível
De combater...
Quando ela vem não há
Nada a fazer
Apenas podemos nos
Segurar às memórias.
É uma saudade que
Conheço muito bem,
Pois é ela que todas as
Noites me faz chamar seu
Nome em silêncio.
É uma saudade incombatível
A que eu sinto por você e
Também eterna...

Abençoados são aqueles que compreendem meus passos vacilantes, e minhas mãos que tremem. Abençoados são aqueles que discretamente olham para outro lado quando eu derramo meu café na mesa.

Abençoados são aqueles que sabem que preciso me esforçar para ouvir e, muitas vezes, para apreender o que dizem. Abençoados são aqueles que sabem que meus olhos são embaçados.

Abençoados são aqueles que respeitam meu sono diurno frente à televisão ou minha insônia descontrolada. Abençoados são aqueles que percebem quando ajudar é necessário ou não, e quando necessito ser estimulado para preservar minha autoestima.

Abençoados são aqueles que nunca dizem: "Você já contou esta história duas, três, quatro vezes..." e me escutam pacientemente como se fosse a primeira vez. Abençoados são aqueles que me aceitam e me respeitam como sou agora e também como fui no passado.

Abençoados são aqueles que não têm preconceitos, que admiram o belo e o feio. Abençoados são aqueles que sabem como trazer de volta boas lembranças de outrora.

Abençoados são aqueles que me poupam de preocupações e problemas desnecessários; vocês ainda têm tempo para muitas resoluções. Abençoados são aqueles que me cedem alguns minutos de seu atarefado dia para uma rápida conversa.

Abençoados são aqueles que, mesmo apressadamente, dizem: "Olá, tudo bem?". Ou apenas para mim sorriem. Eu entendo. Abençoados são aqueles que afagam levemente meus cabelos brancos ou minha cabeça calva.

Abençoados são aqueles que fitam meus olhos, tantas vezes à procura de um simples olhar amigo, quando eu, aparentemente, não mais me comunico ou pareço insensível ou "desligado". Abençoados são aqueles que percebem que eu ainda vivo, que eu ainda tenho sentimentos e emoções.

Abençoados são aqueles que entendem que ainda sou capaz de compreender e sentir o amor e a rejeição, a justiça e a injustiça, a sinceridade e a falsidade, o altruísmo e o egoísmo, a alegria e a tristeza.

Abençoados são aqueles que, quando eu partir, lembrarão de mim com carinho, amor e alegria. Abençoados são os amigos dos idosos!

Não sei se a é culpa minha ou se o encanto é maior que todas minhas defesas. Não sei se sou um grande idiota ou um pequeno apaixonado. Não sei se é real por ser tão difícil ou apenas um sonho por ser tão mágico.

Não sei se vou em frente ou se escolho uma esquina e tento a sorte. Não sei se desejo muito ou se o cupido me pegou de jeito. Não sei se desisto às vezes ou venho a falecer momentaneamente. Não sei se sofro ou se resisto.

Não sei se sou invulnerável no ataque ou resistente na defesa. Não sei se o pior é mudar de ideia ou não tê-la para mudar. Não sei se é pelo medo de diminuir que às vezes deixo de crescer. Não sei se é por crescer muito que deixo de viver de acordo com a vida.

Não sei se acabou cedo demais ou durou tempo suficiente para se tornar inesquecível. Não sei se estou só ou se apenas sinto sua falta diante de todo mundo. Não sei se resisto à essa tentação ou se jamais haverá uma outra chance.

Não sei se te amo. Só sei que a vida se vive para frente mas se entende para trás. Só sei que quanto mais alto estou mais dificuldade tenho em manter o equilíbrio. Só sei que nenhuma certeza fatal é pior que a dúvida ameaçadora.

Só sei que o pior não é falhar, é jamais ter tentado. Só sei que sou apenas o que as circunstâncias me permitem ser, e não o que eu gostaria. Só sei que é melhor o pouco na memória do que o muito no esquecimento.

Só sei que nunca se deve andar por caminhos já traçados porque eles levam somente até onde os outros já alcançaram. Só sei que ser forte não é destruir, e sim resistir. Só sei que o destino une e separa as pessoas, mas nada é tão forte que faça esquecer alguém tão especial.

Só sei que uma grama de exemplos vale mais que uma tonelada de conselhos. Só sei que o que realizamos nunca é tão belo como o que sonhamos. Só sei que às vezes acontecem coisas tão belas que nunca pensamos em sonhá-las.

Só sei que o tempo é longo demais para quem sofre e curto demais para quem desfruta, e eterno para quem ama. Só sei que não consigo tirar da cabeça o que não sai do coração.

Só sei que no fim, tudo dá certo, se não deu é porque ainda não chegou o fim. Só sei que te amo!

Você se foi, para sempre. O seu corpo desistiu da sua alma, e todos os que amam você deixaram de ter o privilégio da sua companhia.

Mas entre nós você se mantém presente, através do amor e da saudade que deixou no coração daqueles que amavam você. E nas minhas memórias você continuará vivendo, e na minha saudade estará eternamente presente!

Às vezes deixamos para trás um simples gesto, e não o enxergamos como deveríamos enxergar. Aí um dia olhamos para trás e por descuido deixamos de o sentir. Mas o mais importante é que a falta que sentimos faz com que lembremos desse gesto e que de alguma forma ele deixou marcas.

Aquele gesto, aquele abraço foi positivo, foi bonito. Foi um abraço dado na hora certa. Um abraço de carinho, um abraço sincero, espontâneo. Um abraço que jamais deveria ser esquecido, que a vida traz na nossa memória.

A qualquer hora em que chegares,
sentarás comigo à minha mesa.

A qualquer hora em que bateres a minha porta,
o meu coração também se abrirá.

A qualquer hora em que chamares,
eu me apressarei.

A qualquer hora em que vieres,
será o melhor tempo de te receber.

A qualquer hora em que te decidires,
estarei pronto para te seguir.

A qualquer hora em que quiseres beber,
eu irei a fonte.

A qualquer hora em que te alegrares,
eu bendirei ao Senhor.

A qualquer hora em que sorrires,
será mais uma graça que o senhor me concede.

A qualquer hora em que quiseres partir;
eu irei à frente nos caminhos.

A qualquer hora em que caíres,
eu estenderei os braços.

A qualquer hora, em que te cansares,
eu levarei a cruz.

A qualquer hora em que te sentires triste,
eu permanecerei contigo.

A qualquer hora em que te lembrares de mim,
eu acharei a vida mais bela.

A qualquer hora em que partires,
ficarás com a lembrança de uma flor.

A qualquer hora em que voltares,
renovarás todas minhas alegrias.

A qualquer hora que quiseres uma rosa,
eu te darei toda roseira.

Eu te digo tudo isso, porque não posso imaginar
uma amizade que não seja toda,
de todos os instantes e para todo bem.

Neste Dia de Finados celebre as lembranças que os que já se foram deixaram e valorize as pessoas que ainda caminham ao seu lado.

Meu amigo, como lamento a sua perda, a sua dor e a minha total impotência perante elas. Os meus mais sentidos pêsames pelo falecimento da sua esposa!

E quisera eu poder fazer mais nesta terrível hora de dor, mas apenas lhe posso oferecer o meu ombro e o meu total apoio. Muita força, meu amigo! Sua esposa continuará entre nós através de você, nas suas memórias, saudades e amor.

Vocês são o mais puro dos
sentimentos, a mais bela
das vaidades, a infinita dor
inexistente e o amor e toda
paixão e toda verdade que
vive no meu coração.

Vocês são a melhor parte que
existe em mim, a porção mais
rica, o pedaço mais poderoso
e a angústia invisível e todas
as amarguras irrelevantes ou
pouco constantes ou nulas até.

Filhos são assim, ímpares ou
pares desfeitos e jamais unidos
ou corpos distantes de cores
mágicas e sempre presentes na
tela da memória, na obra do que
é valioso e só na arte de amar.

Causa-te surpresa o fato de ser o teu acusador de agora, o amigo aturdido de ontem, que um dia pediu-te abrigo ao coração gentil e ora não te concede ensejo, sequer, para esclarecimentos.

Despertas, espantado, ante a relação de impiedosas queixas que guardava de ti, ele que recebeu, dos teus lábios e da tua paciência, as excelentes lições de bondade e de sabedoria, com as quais cresceu emocional e culturalmente.

Percebes, acabrunhado, que as tuas palavras foram, pelo teu amigo, transformadas em relhos com os quais, neste momento, te rasga as carnes da alma, ele, que sempre se refugiou no teu conforto moral.

Reprocha-te a conduta, o companheiro que recebeste com carinho, sustentando-lhe a fragilidade e contornando as suas reações de temperamento agressivo.

Tornou-se, de um para outro momento, dono da verdade e chama-te mentiroso. Ofereceste-lhe licor estimulante e recebes vinagre de volta. Doaste-lhe coragem para a luta, e retribui-te com o desânimo para que fracasses.

Ele pretende as estrelas e empurra-te para o pântano. Repleta-se de amor e descarrega bílis na tua memória, ameaçando-te sem palavras.

Não te desalentes!
O mundo é impermanente.
O afeto de hoje torna-se
o adversário de amanhã.

As mãos que perfumas e beijas, serão, talvez, as que te esbofetearão, carregadas de urze. Há mais crucificadores do que solidários na via de redenção.

Esquecem-se, os homens, do bem recebido, transformando-se em cobradores cruéis, sem possuírem qualquer crédito. Talvez o teu amigo te inveje a paz, a irrestrita confiança em Deus e, por isso, quer perturbar-te.

Persevera, tranquilo!

Ele e isto, esta provação, passarão logo, menos o que és, o que faças. Se erraste, e ele te azorraga, alegra-te, e resgata o teu equívoco.

Se estás inocente, credita-lhe as tuas dores atuais, que te aprimoram e te aproximam de Deus. Não lhe guardes rancor.

Recorda que foi um amigo, quem traiu e acusou Jesus; outro amigo negou-o, três vezes consecutivas, e os demais amigos fugiram dele. Quase todos O abandonaram e O censuraram, tributando-Lhe a responsabilidade pelo medo e pelas dores que passaram a experimentar. Todavia, Ele não os censurou, não os abandonou e voltou a buscá-los, inspirá-los e conduzi-los de volta ao reino de Deus, por amá-los em demasia.

Assim, não te permitas afligir, nem perturbar pelas acusações do teu amigo, que está enfermo e não sabe, porque a ingratidão, a impiedade e a indiferença são psicopatologias muito graves no organismo social e humano da Terra dos nossos dias.

Feliz Páscoa! Não poderia deixar passar esta época sem agradecer por todas as coisas maravilhosas que todos vocês me proporcionaram ao longo de todo ano. Eu tenho os amigos mais fiéis e a família mais encantadora que alguém pode desejar.

Na verdade, vocês são imensamente especiais. E só espero que a entrega de Jesus esteja presente na memória de todos nesta Páscoa maravilhosa. Agradeço por tudo! Beijos e abraços.

Nesta tarde iluminada pela dádiva da vida, do amor e da amizade inspiremos esperança e exalemos alegria!

Meus amigos, eu desejo a todos vocês uma boa tarde! Que através das horas que a completam possam construir muitos e bons momentos que se transformarão em preciosas memórias para o futuro. Boa tarde, amigos!

Desde cedo eu percebi que é um grande privilégio ter tantos irmãos, principalmente porque cada um de vocês é uma bênção divina.

São muitas as memórias que guardo e guardarei para sempre, mas maiores ainda são agora as saudades que sinto de cada um de vocês!

Gostaria que a vida não nos tivesse levado para tão longe uns dos outros. Mas ainda assim, sinto cada um de vocês todos os dias bem pertinho do meu coração, e sempre presentes no meu pensamento.

Amo todos e cada um de vocês por igual, meus queridos irmãos!

Deus nos tornou primas e assim nos uniu através da família, mas no meu coração há muito mais além da família a nos unir. Sempre que olho para trás no tempo você está lá, presente nas melhores e piores memórias.

Você é desde cedo presença fundamental na minha vida e sem dúvida uma das pessoas mais importantes que fazem parte dela. Você é minha prima, mas acima de tudo é minha amiga. E nossa amizade não é de hoje, nem de ontem, é de sempre e sei que será para sempre. Te adoro, minha prima amiga!

Hoje não me resta mais nada,
Só tenho minha dor.
Perdi teus carinhos, teus beijos, teu amor!
Eu tentei... mas foi em vão.
Agora não consigo te esquecer,
A cada minuto tua lembrança me atormenta.
Não quero te esquecer, não pode ser verdade,
Ainda ontem estavas aqui, ao meu lado,
Me falando como me admiravas!
Eu sei, sempre soube que não me amavas,
Mas eu sabia o quanto gostavas
De estar comigo. Tinha esperanças de
Transformar prazer em amor, mas foi em vão.
Tudo acabou. Agora apenas me restam
As lembranças, e o gosto da tua boca.
E a minha dor por ter te perdido!

Eu penso em ti, contemplando a aurora,
No fim de tarde, a toda hora eu penso em ti,
Caminhando à margem do rio, sinto um profundo vazio,
E sozinho em meu caminho, eu penso em ti.

Em penso em ti, com a cabeça ao travesseiro,
No trabalho, o tempo inteiro, eu penso em ti,
Quando ouço uma canção, você invade meu coração,
E entre lembranças e esperanças, eu penso em ti.

Eu penso em ti, numa roda de amigos,
Recordando fatos antigos, eu penso em ti,
Foragido noutros braços, beijando outras bocas,
Dançando com alguém, por mal ou por bem,
Eu penso em ti.

Quisera aprender a te esquecer, ou pelo menos pensar
Que você não existe, mas a saudade insiste...
E novamente eu penso em ti.

Eu penso em ti, quando não quero pensar,
Confesso que muitas vezes dá raiva de lembrar,
Mas... Eu penso em ti,
O que é que eu vou fazer?
Eu penso em ti,
Eu penso em ti
Porque não dá pra te esquecer.

Todos sabemos que a morte faz parte da vida; ela é como uma sentença que todos carregamos. Mas como aceitar a perda daqueles que amamos?

Hoje devo dizer-lhe adeus, mas meu coração se recusa a aceitar. Você é muito especial para mim e pensar que nunca mais posso ver você, é como querer viver sem respirar.

Sufoco de tristeza, e passe o tempo que passar sei que jamais vou esquecer você. Sua memória viverá eternamente comigo, e tudo que vivemos aquecerá meu coração quando o gelo da saudade chegar perto dele.

Até sempre!

Triste é a hora em que um grande amor se transforma em esquecimento. Pois um amor vive apenas dentro do coração dos apaixonados, e quando eles param de bater por esse sentimento tudo se perde no tempo.

Triste é esta hora em que eu sei que este amor que vivemos irá virar pouco mais que nada. Quem irá se lembrar do que sentimos? Quem irá alimentar a memória quando ela faz apenas sofrer.

Não, o destino deste amor será também o esquecimento!

Tudo na vida um dia chega ao fim. Por mais que nos custe aceitar, é preciso se acostumar a dizer adeus. Dizer adeus a um amor é como enterrar um ente querido, pois um amor que acabou é como alguém que morreu.

Quando vivemos um amor fazemos planos, sonhamos, fazemos projeções. Temos um passado, vivemos um presente e pensamos em um futuro com esse amor. Quando o amor acaba, o presente se torna passado, o passado se torna uma memória que dói, uma saudade que magoa, e o futuro se torna naquilo que jamais vai existir.

Poucas coisas na vida doem tanto como ver um amor acabar. Mas é preciso saber dizer adeus. É preciso nos reconciliarmos com o fim, e entendermos que tudo na vida tem uma razão de ser, por mais que não consigamos entender. E é preciso ser otimista: quando algo acaba, é porque outras coisas estão começando.

Compare o amor ao mar, que é grandioso em si mesmo, tem uma força ainda desconhecida, e é capaz de encantar e até matar quem não tiver a devida atenção.

O amor e o mar se igualam na beleza, onde pessoas grandes viram crianças; os olhos brilham, o coração acelera, a vida tem outro sentido diante do amor, a beleza tem outra visão diante do mar, a vida tem outros valores diante do amor.

Assim como o mar, o amor se renova em ciclos, no mar são as marés, que elevam e abaixam as águas, no amor são os pequenos gestos, as delicadezas. O respeito, a admiração pelo outro, as lembranças que vão construindo um sentimento maior que o mar, maior que o próprio amor, avançando com a idade, sendo tão generoso que abre mão de si mesmo quando deixa de ser uma paixão, para se tornar cumplicidade.

Diante do mar vejo as ondas no vai e vem sem fim, e posso ter esperanças que assim como as ondas, o amor que se foi, pode voltar ou se renovar, e assim como estou diante do mar, poderei estar diante de um novo amor, para um recomeço, em um indo e vindo infinito como o próprio mar, como o próprio amor...

Nessa horrível noite monótona e fervente

Encontro-me aqui...

Na mente apenas a lembrança do seu rosto,

Dos seus olhos...

Com o ardente desejo de seus lábios

Passo os tristes dias a sua espera...

Meu coração em desalinho,

Completamente perdido

Começa a se derrocar perante sua constante presença nos meus pensamentos.

Meu coração já bate a seu favor,

Já palpita veloz ao te sentir perto...

Há tempos sonhava com você,

Sem saber quem realmente tu és,

Quando chegarias.

E agora,

Entrego-te meu coração

Para não mais chegar a beira do abismo

Perguntando-se o verdadeiro significado do amor,

Se ele existe ou se é apenas mais uma invenção da mente fértil do homem...

A sensação de vazio eterno

Faz parte de um passado mórbido,

Tenebroso...

A dor da solidão consumia meus sonhos,

Meus desejos,

As lágrimas que caiam da minha alma

Faziam brotar um sentimento sombrio,

Capaz de me transformar em apenas mais um ser,

Sem sentimentos,

Mas você chegou,

E hoje...

A saudades já é devastadora...

Não nego que sinto falta de sua voz,

Da sua presença,

Mas você fez nascer dentro de mim

Um sentimento puro,

Incomparável...

E a ele me apego nessas noites insanas

Para suprir a dor da sua ausência.

Fogos, luzes, abraços, amigos,
Beijos, família, sorrisos, lágrimas.
Velhas promessas, novas esperanças.
Lembranças de momentos felizes,
Lembranças daqueles que amamos
E que por alguma razão,
Não estão conosco.
Silêncio em honra daqueles
Que a natureza chamou.
Instante de compartilhamento
Da dor das famílias.
Instante de desejar que as feridas
Sejam rapidamente cicatrizadas,
Que as lágrimas de cada uma
Dessas pessoas, sejam beijadas
Por anjos no Ano Novo!

Minha querida amiga, como lamento que esteja vivendo este momento, e todo sofrimento, desespero e impotência que deve estar sentindo. Os meus pêsames pela sua perda!

Sei o quanto você e sua mãe eram chegadas, e que para você ela era uma grande amiga. Infelizmente chegou o momento de você lhe dizer adeus, mas ela jamais partirá totalmente, não enquanto você viver!

Você honrará sua memória e a lembrará com saudade todos os dias, e lá onde ela agora está, velará por você e sentirá orgulho e felicidade no seu percurso de vida.
Muita força, minha querida!

Sei que é insuportável, e a dor que deve estar sentindo, a mais terrível de todas, pois uma mãe é um ser que é único e insubstituível na vida de todos nós. Mas a vida é mesmo isso, e a todos toca um dia partir ou ver partir.

Saiba que tem todo o meu apoio e disponibilidade para o que precisar, nem que seja apenas um ombro para chorar.

Dizer adeus custa muito, mas não existe vida sem despedida. Tudo faz parte, por isso o melhor é aproveitar cada momento sem pensar no depois. E se um dia tiver que dizer adeus, direi com o coração cheio de boas lembranças.

O tempo passou tão rápido, tão rápido!
Onde foram parar meus sentimentos?
Onde foi parar aquele amor
Que eu sentia por você?
Minha vida sofreu transformações
A razão me chamou à realidade
Os sonhos tiveram fim
O coração fechou suas portas!
O tempo passou tão rápido, tão rápido!
A ausência se fez maior
A distância se fez maior
E o amor não suportou!
Será possível que tudo teve fim?
Será possível que consegui tirá-lo
De dentro de mim?
Eu acreditei que sim!
As recordações voltam novamente
As lembranças são mais fortes
A dor se faz presente!
O tempo passou tão rápido, tão rápido!
Mas não passou para nós.
A ausência não importa!
A distância não importa!
Tudo isso é indiferente!
O meu amor é maior
Se baseia em renúncias
Coisas que ninguém entende.
Não posso ter você!
Mesmo isso não importa!
Vou vivendo de lembranças
São tão poucas as esperanças...
Mas este amor me conforta!