Mensagens de Morte


A morte não é nada.
Eu somente passei
para o outro lado do Caminho.
Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês,
eu continuarei sendo.

Me deem o nome
que vocês sempre me deram,
falem comigo
como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo
no mundo das criaturas,
eu estou vivendo
no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene
ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.
Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.

A vida significa tudo
o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora
de suas vistas?

Eu não estou longe,
apenas estou
do outro lado do Caminho...
Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.

(Santo Agostinho)

Quando alguém que amamos morre, é como se uma parte de nós também morresse. Um vazio instala-se no peito. A dor se mistura com a revolta de já não termos o ente amado ao nosso lado, de já não podermos tocar na sua mão, abraçar e lhe dizer palavras doces.

A morte de um ente amado é uma dor inigualável, que fere a alma e deixa sempre uma cicatriz. Mas um dia o sofrimento agudo há de transformar-se aos poucos em uma saudade doída que está quase sempre a latejar, até se tornar saudade e bem querer que já não martela os sentimentos todo o dia.

Com o tempo a dor e a ausência causadas pela morte viram apenas uma forte saudade que aparece por causa de uma antiga fotografia, um velho baú de recordações, uma história relembrada ou um cheiro que surge do nada. A saudade é memória das coisas boas que ficam guardadas no fundo do peito. Às vezes aperta, mas não dói mais.

Se eu morrer antes de você, faça-me um favor:
Chore o quanto quiser, mas não brigue com
Deus por Ele haver me levado.
Se não quiser chorar, não chore.
Se não conseguir chorar, não se preocupe.
Se tiver vontade de rir, ria.
Se alguns amigos contarem algum fato a
meu respeito, ouça e acrescente sua versão.
Se me elogiarem demais, corrija o exagero.
Se me criticarem demais, defenda-me.
Se me quiserem fazer um santo, só porque morri,
mostre que eu tinha um pouco de santo, mas
estava longe de ser o santo que me pintam.
Se me quiserem fazer um demônio, mostre que
eu talvez tivesse um pouco de demônio, mas
que a vida inteira eu tentei ser bom e amigo.
Espero estar com Ele o suficiente para continuar
sendo útil a você, lá onde estiver.
E se tiver vontade de escrever alguma coisa
sobre mim, diga apenas uma frase:
"Foi meu amigo, acreditou em mim e me quis
mais perto de Deus!"
Aí, então derrame uma lágrima.
Eu não estarei presente para enxugá-la, mas
não faz mal. Outros amigos farão isso no meu lugar.
E, vendo-me bem substituído, irei cuidar de
minha nova tarefa no céu.
Mas, de vez em quando, dê uma espiadinha
na direção de Deus.
Você não me verá, mas eu ficaria muito feliz
vendo você olhar para Ele.
E, quando chegar a sua vez de ir para o Pai, aí,
sem nenhum véu a separar a gente,vamos viver,
em Deus, a amizade que aqui nos preparou
para Ele. Você acredita nessas coisas?
Então ore para que nós vivamos como quem
sabe que vai morrer um dia, e que morramos
como quem soube viver direito.
Amizade só faz sentido se traz o céu para
mais perto da gente, e se inaugura aqui mesmo
o seu começo. Mas, se eu morrer antes de
você, acho que não vou estranhar o céu..
Ser seu amigo... já é um pedaço dele..."

(Chico Xavier)

Chegamos ao mundo como se estivéssemos chegando num país desconhecido para uma estada por tempo indeterminado. Precisamos aprender como viver nesse novo lugar, e vamos encontrar no caminho pessoas que vão nos amar e nos ajudar a lidar com a vida. Mas muitas coisas vamos aprender sozinhos, e sabemos que um dia chegará a hora de partir.

Assim é a vida, sabemos que estamos de passagem. Sabemos que nascemos para morrer, e que cada dia a mais é um dia a menos. Vivemos com a angústia da morte atrás de nós, embora a maior parte do tempo façamos de conta que ela nunca vai nos alcançar. Só esquecendo a morte é que é possível seguir em frente e dar um sentido à nossa vida.

Quando a morte vem aparece abruptamente em nossa frente, nos encaminha para uma nova viagem rumo ao desconhecido. A nossa partida causa dor e sofrimento para quem fica. Por isso, não podemos nunca esquecer que estamos aqui de passagem. Somos estrangeiros no mundo, passageiros nessa viagem que é a vida. Precisamos encontrar paz e conforto nas idas e vindas, e fazer com que cada dia de nossa estada na vida seja precioso.

Viver intensamente cada momento é a melhor coisa que existe, mesmo que esse momento seja difícil e repleto de dor. É o caso da morte, a experiência mais poderosa da vida.

É fundamental existir em todos os instantes. Não podemos fechar os olhos e a mente para o que um dia vai acontecer. E um dia todos vamos desaparecer.

É preciso encontrar força e ter a capacidade de aceitar as terríveis leis da vida. Morrer é triste, mas é uma das etapas mais importantes da existência humana.

Da vida um degrau
da morte uma ponte
cerrada
presa no tempo
calores suores
ventos frios
fechar os olhos
uma
última
vez
fechar os olhos
morrer
cores despidas
palavras nuas
não há como viver
sobreviver
matar
morrer
nada interessa mais
agora
amanhã
também
morrer morri
amanhã não estarei
aqui
ali me visitará
quem na vida
eu acolhi.

Venha ela, a morte
cheia de brilhantes
repleta de encanto
mentirosa
falsa

Da morte quero
experimentar
nada é tão cru
como vivenciar
o portal
a janela
com vista para fora
com vista para dentro

Da morte quero
viver
tornar completa
minha existência
de lágrimas
não preciso
abdico
de flores sim

Venha ela, a morte
serenamente bela
tranquilamente só
honesta
meiga

A morte
fria
deixa quente
a sensação de vazio
que toma conta
de quem fica
de quem parte
para parte alguma
de quem com a vida
se revolta
e revolta e revolta
noite
dia
de noite
de dia

de dia
de noite
dia
noite
uma espécie crua
de existir
como se viver não se
pudesse nunca mais
e só quem fica
mesmo assim
triste e vivendo
a sensação de vazio
que deixa quente
ou frio
o coração

Venha a morte por um
instante

Chegue ela de surpresa
fugidia
talvez
Não me assustam dores
nem me doem feridas
preocupa-me
a falta do toque
as lágrimas que nuas
sempre cairão
das pessoas que amo
dos filhos que criei
na vida
dos pais que amei
na morte
Que venha ela
a maldita
com seus passos
elegantes
suaves
tentadores
que chegue se quiser
quando quiser
estarei me preparando
para a receber
de malas prontas
triste
chorando
quem agora
fica sem meu toque.

É de amor que se trata
quando é de morte que
se fala. É de uma paz
desconcertante que abala
o agora ou qualquer outro
instante. É de morte que
se fala, se teme, se vive.

Nada se pode fazer em
relação à morte, mas
sempre se pode viver
sem se entregar a vida
à sorte.

Tudo se pode vencer se
é de medo que se trata
seja ele ternurento, seja
ele amargo, que escape ele
à sorte.

Temer a morte é temer
a vida e é entregar a paz
que temos para infernos
que nos assaltam a calma
e nos enervam a mente
seja ela frívola, seja ela
pura, seja ela mais decente.

Quando há amor, a morte não consegue separar totalmente duas pessoas e quem parte continua vivendo na memória de quem fica.

Um dos maiores enigmas que cercam a humanidade desde, é por ironia, algo muito frequente nas nossas vidas, a morte. Deparamo-nos com ela todos os dias, seja com pessoas conhecidas, estranhas, que viviam do outro lado do mundo ou até com um animal de estimação muito querido.

Apesar de todas as explicações dadas pelas diversas religiões, pela ciência ou ainda pelos nossos antepassados, é algo sempre muito discutido e muito questionado. Há quem relacione a morte com uma passagem, que levará para um lugar anteriormente esperado, há também quem acredite que é apenas uma transição para o início de uma nova vida.

As explicações são as mais diversas, mas independentemente do que acredite, nunca é fácil dá adeus a um ente querido, principalmente quando existem palavras ainda não ditas. A crença na morte como algo além de um simples fim, nos conforta em um segundo momento, após a chegada do sofrimento da partida definitiva de uma pessoa querida.

Mas a única certeza que temos sobre a morte é que ela sempre chega, para uns mais rapidamente, para outros o tempo pode passar muito lentamente. Sabemos que o fim para quem foi é certo, mas o que acontece depois disso, certamente ainda dará origem a muitos questionamentos.

Já passaram dez anos desde que você se foi. Sua falta é bastante sentida ainda, aliás, será sempre – tenho certeza! É inacreditável como sinto falta de seu abraço todas as manhãs ao levantar. Lembro com todos os pormenores de quando você dizia que a vida é um ciclo onde todo o princípio tem fim.

São coisas dessas que aquecem nossa mente, nossa alma, nosso coração! Continuo sentindo seu cheiro por toda a parte. Tenho certeza que você continua por aí cuidando de mim. Até sempre!

É em dias como este que sentimentos adormecidos despertam e voltam a inundar nossos olhos de lágrimas.

A memória dos que partiram jamais abandona nossos corações, mas o desespero e a profunda tristeza vão sendo suavizados com o tempo, e acordam revoltados em dias como este.

Mas não deixemos que a tristeza prospere, e antes, lembremos quem já não está entre nós e celebremos quem foram em vida.

O importante é jamais esquecer, e aceitar com serenidade os desígnios de Deus; e n’Ele confiar e a Ele pedir orientação e paz.

E lembre-se que aqueles que se foram ficarão sempre conosco, na nossa memória e saudade. E que a morte não é o final, não é a separação definitiva, mas apenas o início de uma fase nova para os que partem antes de nós.

Talvez esteja doente, não sei, mas tenho medo de morrer de saudades suas.

Imagino como esteja sendo duro para você perdeu seu pai. Ao longo da vida, ele certamente foi sua proteção e seu melhor conselheiro. Saber da sua morte foi sem dúvida uma notícia triste e envio agora meus pêsames, querida amiga, para você e para sua família. Estarei aqui para o que você precisar. Não quero que você desanime, mas sim que tenha forças para continuar.

Quero expressar meus profundos sentimentos pela triste perda que você está enfrentando. A morte de um filho é contrária à ordem natural das coisas e nunca deveria acontecer antes da partida dos pais. Mas esta vida é definitivamente imprevisível e algumas tragédias acabam por nos trazer grandes desgostos.

É difícil encontrar palavras que possam confortar você neste momento de aflição. Por isso, apenas peço que seja forte, que se mantenha firme apesar da tristeza e que lute pela sua vida assim como sempre pelo bem-estar do seu filho.

Meu querido pai, embora você já não esteja mais entre nós, ainda penso muito em você. São lembranças de como ficava do meu lado, escutando pacientemente minhas preocupações de criança. São memórias dos conselhos sempre importantes que me deu, ao longo de minha juventude. De todos os momentos que passamos juntos, guardo as melhores memórias. Foram tantas as alegrias que você me proporcionou que eu me considero um afortunado pela vida que tive. A mesma vida que deixou de fazer sentido, quando você partiu.

Hoje meu mundo é mais triste pela falta que você me faz. Nossa família não é mais a mesma, pois todos estamos inconformados com esta perda. No entanto, prometi a mim mesmo que tentaria honrar sua morte, por praticar os valores que você me inculcou. Poderei eu um dia, ser um pouco do grande homem que você foi? Que eu possa honrar sua história de vida que nunca terá fim. Meu amor por você é eterno, querido pai.

Faz tão pouco tempo que papai faleceu, que parece nem ser realidade. Não passou muito desde que o ouvi batendo a porta, em jeito de despedida. Um adeus que eu pensava ser apenas até ao final da tarde, como acontecia todos os dias. Mas afinal, essa despedida era eterna. Era uma despedida de nosso mundo, de nossa família. Um adeus à vida, como a conhecíamos até àquele momento.

Essas lembranças estão tão vivas em minha memória, que meu coração ainda espera o regresso dele, como se nada tivesse ocorrido. Há algo em mim que ignora o acontecimento dessa morte e é isso que talvez me continue impedindo de seguir em frente.

Meu pai me faz tanta falta, que sinto um vazio por dentro. As saudades aumentam a cada dia e custa a encarar verdadeiramente esta perda. Imaginar como será minha vida nos tempos que se seguem é um verdadeiro desafio. Mas quando nada podemos fazer para mudar nosso passado, resta honrarmos os valores que nos foram deixados por aqueles que amaremos eternamente.

A morte é o destino de todos. Ninguém lhe pode escapar, e na hora do adeus final todos somos iguais. Ela causa profunda dor, desespero, lágrimas e eternas saudades.

A morte provoca perdas irreparáveis e quebra corações, mas há algo que ela não pode, que é apagar das mentes e dos corações a lembrança e o amor daqueles que ela nos rouba.

Assim, quem realmente é amado jamais morre, jamais desaparece completamente. Sua memória prevalece na nossa saudade e pode atravessar gerações mesmo depois de ter falecido.

Essa é a melhor homenagem que podemos dar a quem vemos partir antes de nós. Lembrar sempre com carinho. Contar suas histórias. Recordar as datas importantes.

Dói muito ficar sem aqueles que amamos, mas o sofrimento é menor se pensarmos que é um adeus temporário, que apenas partiram primeiro, e se mantivermos sua memória viva.

Foi há 1 ano que você partiu, mas em meu coração é como se tivesse sido ontem. As feridas de sua perda ainda me ardem muito, como se estivessem em carne viva. Não parece haver um remédio, um antídoto que me consiga consolar verdadeiramente. Nem o tempo, que afirmam curar tudo, tem servido para eu conseguir seguir em frente.

Ainda há uma revolta silenciosa em mim. Um sentimento de injustiça de quem foi profundamente lesado, de quem foi roubado sem ter oportunidade de se defender. A morte é o maior de nossos inimigos e nunca podemos prever sua chegada. Por onde ela passa, as flores murcham, o céu escurece e a esperança se corrói.

Só restam em mim lindas memórias de você. E se no mundo real não te posso encontrar mais, é nessas recordações que continuamos nos revendo e matando saudades. Por tudo o que significa para mim, você me faz falta, hoje e sempre. Jamais eu te esquecerei.

Aqueles que partem mas nunca abandonam nosso coração deixam conosco uma saudade sem dimensão.

Não há injustiça maior que permanecer na tristeza por demasiado tempo. Estar triste dói demais, então viver na tristeza é morrer um pouco a cada momento, a cada hora, a cada dia.

De verdade ninguém merece passar pela tortura da tristeza. Cada lágrima caída é uma ferida em seu coração. Que mundo é este onde todo dia, em todo o lado, todo mundo carece do seu propósito real: ser feliz.

Sinto tanto a sua falta! Dói tanto nunca mais poder escutar sua voz, ou enxergar o brilho dos seus olhos. Como queria poder abraçar você, nem que fosse só mais uma vez.

Sinto muitas saudades suas, mas na minha memória você está sempre presente. E assim será para sempre, pois tudo que sinto por você nem a morte será capaz de apagar.

Espero que esteja descansando em paz.

É normal essa tristeza profunda que você está sentindo, querida amiga. A família é uma fortaleza, o abrigo onde nascemos e crescemos, onde nos tornamos quem somos. Perder um familiar é, portanto, como se parte desse refúgio desaparecesse, como se sofresse um abalo e, de repente, tudo estivesse se desmoronando. É um sentimento de injustiça e impotência que não conseguimos controlar.

Seria bom se as lágrimas que nos escorrem pela face, formassem um rio que pudesse trazer de volta aqueles que já partiram. Desse jeito saberíamos que chorar não é em vão. Mas a realidade que temos de enfrentar é bem diferente e se lamentamos tanto a morte é porque não termos poder de dar vida aos que tiveram de partir.

É difícil, sem dúvida, mas você tem de acreditar que vai conseguir superar essa perda. A vida continua, por isso, tenha força para permanecer na luta pelos seus sonhos e objetivos. Eu estarei aqui do seu lado para te apoiar.

Todos estamos familiarizados com ela, mas a verdade é que só descobrimos o total impacto da morte quando ela nos rouba alguém que amamos.

Os meus mais sentidos pêsames pela sua perda. Saiba que em todo momento estarei disponível para você, e que profundamente lamento a sua dor.

Dói muito, mas perante tão definitivo desfecho, apenas nos resta a aceitação, entregar na mão de Deus e reservar no coração um lugar especial para guardar quem para sempre se foi.

É difícil ver partir alguém tão especial. Algumas pessoas deveriam ser eternas, pois têm a capacidade única de tocarem o coração de quem as rodeia e de lhes arrancarem um sorriso nos dias mais tristes. Infelizmente, a morte não escolhe quem vai levar, e um dia ela resolveu tirar você de mim, uma perda que ainda não consegui superar totalmente.

Tenho saudades de ouvir aqueles seus sábios conselhos, de ficar conversando sobre todos os assuntos possíveis. Sinto falta de simplesmente ter você por perto, pois sempre que isso acontecia eu sabia que estava plenamente feliz. Se pudesse, eu voltava atrás para poder reviver os grandes momentos que compartilhamos, mas é impossível e apenas me restam recordações.

Nunca esquecerei nada do que fomos, onde quer que eu esteja. A minha vida ficou mais rica pela oportunidade que tive de conhecer você. E se por um último instante eu lhe pudesse dizer algumas palavras, certamente elas seriam de sincero agradecimento.

Vivemos momentos inesquecíveis e agora estou morrendo de saudade. Sinto sua falta de uma forma que nem consigo explicar. É incrível como a distância provoca dores tão fortes.

Faria qualquer coisa para escutar sua voz ou para sentir seu abraço. Você é e sempre será uma pessoa muito importante para mim. Só espero que o tempo traga tranquilidade até à hora do nosso reencontro.

Sinto muito sua perda, amiga! Vou sempre recordar sua mãe como uma mulher exemplar e uma mãe imensamente dedicada. Ela não merecia ter partido assim. Nem você merece estar sofrendo tanto.

Quero que saiba que estarei sempre ao seu lado para ajudar no que precisar. E prometo uma coisa: sua mãe não foi embora de verdade. O corpo sumiu, mas o amor não desaparece assim. Meus sentimentos, amiga!

Chegou o momento de você partir e já sinto um vazio no meu coração. A sua morte está causando uma grande dor em todos nós, mas certamente você deixou boas recordações.

Não posso esquecer a forma como você me acolheu e todo o carinho que sempre me deu. Você foi como uma mãe de verdade, sempre preocupada e pronta a ajudar. De hoje em diante nossas vidas não serão mais as mesmas.