Mensagens de Reflexão

Amar é...
sorrir por nada e ficar triste sem motivos
é sentir-se só no meio da multidão,
é o ciúme sem sentido,
o desejo de um carinho;
é abraçar com certeza e beijar com vontade,
é passear com a felicidade,
é ser feliz de verdade!

(Albert Camus)

Nada é mais importante do que a liberdade de viver...
Nada é mais forte do que as asas dos nossos sonhos...
Nada é mais especial do que as nossas crenças...
Nada, JAMAIS, deve impedir os nossos pés
de correrem livremente pela estrada da vida...
Nada!

(Lígia Guerra)

Já chega! Não dá mais!
Você conseguiu passar de todos os limites
E não consigo mais suportar seu ciúme doentio.
Nunca imaginei que chegaríamos a esse ponto
Dei meu máximo para superar tudo isso
Mas já não vejo mais nenhuma possibilidade
De permanecermos juntos desta forma.

Não há mais confiança, muito menos liberdade.
Toda alegria que vivemos no começo
Foi transformada em desgosto e hostilidade.
Duas pessoas se unem para compartilhar a felicidade
E não pode haver espaço para tanta dúvida e desrespeito.

Não pense que quero o seu mal,
Mas sei que nosso relacionamento
Já não nos traz nada além de muito sofrimento.
Espero que siga novos caminhos e encontre algum entusiasmo.
Sei que nada do que aconteceu foi por maldade,
Mas não consigo mais viver com tanta infelicidade.

De qualquer forma eu tento encontrar a resposta
Para todas as questões que perguntarem
Apesar de saber que é impossível
Para viver o passado
Não conte nenhuma mentira
Há uma magia natural
Soprando através do ar
Não é possível mantê-la
Se você escutar cuidadosamente agora você vai ouvir
Como uma magia natural
Soprando através do ar.

(Bob Marley)

Em tempos pensei que tinha sido ferido como homem algum jamais o fora. Por sentir isso, jurei escrever este livro. Mas muito antes de começar a escrevê-lo a ferida cicatrizou. Como jurara cumprir a minha tarefa, reabri a horrível ferida. Deixem-me explicar por outras palavras. Talvez ao abrir a ferida, a minha própria ferida, tenha fechado outras feridas, feridas de outras pessoas. Morre qualquer coisa, floresce qualquer coisa. Sofrer na ignorância é horrível. Sofrer deliberadamente, para compreender a natureza do sofrimento e aboli-lo para sempre, é muito diferente. O Buda, como sabemos, teve toda a vida um pensamento fixo no espírito: eliminar o sofrimento humano. Sofrer é desnecessário. Mas temos de sofrer para compreender que é assim.

Além disso, é só então que o verdadeiro significado do sofrimento humano se torna claro. No derradeiro momento desesperado - quando não podemos sofrer mais! - acontece qualquer coisa que tem a natureza de um milagre. A grande ferida aberta pela qual se escoava o sangue da vida fecha-se, o organismo desabrocha como uma rosa. Somos «livres», finalmente (...). Não são as lágrimas que mantêm viva a árvore da vida, mas sim o conhecimento de que a liberdade é real e eterna.

(Henry Miller)
(Citador)

Dizer "eu te amo" não é fácil. Depois de sentirmos no peito a certeza genuína do amor, vem a dúvida do melhor momento e do jeito certo de dizer. E junto com a dúvida, vem também o famigerado medo de não ouvir uma palavra de reciprocidade, de não ouvir o ecoar da voz do outro ao dizer "eu também te amo".

Nem sempre vivemos um amor correspondido, e às vezes até desperdiçamos palavras de amor com pessoas erradas. Mas o primeiro amor verdadeiro nós não esquecemos. E mesmo que não seja recíproco, vale a pena expressar esse sentimento tão belo. Não ser correspondido pode ser triste, mas triste mesmo é viver sem ter amado.

Depois da frustração, quando o tempo passar, você vai olhar para trás e pensar: eu amei. Amar, muitas vezes, é mais recompensador do que ser amado. Nunca deixe de confessar o seu amor!

“O pecado da luxúria é ser dominado pelo desejo desmedido de sensualidade e exuberância dos sentidos. É o melhor lugar nesse estudo para entendermos o que Santo Agostinho nos diz: “O pecado é o excesso do bom.”
De difícil compreensão, a luxúria, que é a orgia dos sentidos, é facilmente confundida com a primária gula sexual. A civilização romana e, infelizmente a civilização atual, têm inúmeros exemplos da voraz gula sexual e de seus rodízios carnais.
O pecado da luxúria está relacionado com o 5° Chakra (chakra da garganta, localiza-se no plexo laríngeo ou cervical). Corresponde à glândula tireóide responsável pela expressão, emitindo os impulsos de comunicação, expressão pessoal nos níveis lógicos, sensoriais e de criação artística, o centro da expressão criativa. 0 5° Chakra seleciona e purifica os impulsos originados na região lateral do quadril - centro da criação; ativa e filtra os movimentos de crescimento físico e emocional, conecta os centros básicos aos centros mais sutis e ativa as sensações de vibrações e abundância.
A sofisticada luxúria deseja a qualidade, a expressão criativa, a liberdade e a sexualidade obtidas por meio do esplendor dos sentidos. É necessário evocar na memória a civilização Grega e sua decadência para captar o sentido da luxúria e sua embriaguez do corpo, da alma e das sensações.
Como ensina a cozinha francesa, clássico exemplo de luxúria do paladar, é preciso se entregar às nuanças criativas, às sutilezas da qualidades para atingir as altas voltagens do prazer com todos os seus sentidos, instalando-se então o deleite e o prazer oferecido pela volúpia.
O desejo intemperante de volúpia torna a liberdade libertinagem e a sensualidade impõe o desfrutar ilimitado. Sem a virtude da temperança, que pertence à arte do sentir, a sensualidade é prisioneira fácil da paixão, torna-se escrava de seus vícios. O pecado da luxúria, então corre o risco de com suas exigências desmedidas se ver rebaixado à condição de gula empanturrada ou de buscar os efeitos dos narcóticos e drogas que só a sua irmã indolência conhece. "

Que ingenuidade, que pobreza de espírito, dizer que os animais são máquinas privadas de conhecimento e sentimento, que procedem sempre da mesma maneira, que nada aprendem, nada aperfeiçoam! Será porque falo que pensa que tenho sentimento, memória, ideias? Muito bem, eu me calo. Você me vê entrar em casa aflito, procurar um papel com inquietude, abrir a escrivaninha, onde me lembra tê-lo guardado, encontrá-lo, lê-lo com alegria. Você entende que experimentei os sentimentos de aflição e prazer, que tenho memória e conhecimento.Vê com os mesmos olhos esse cão que perdeu o amo e procura-o por toda parte com ganidos dolorosos, entra em casa agitado, inquieto, desce e sobe e vai de aposento em aposento e enfim encontra no gabinete o ente amado, a quem manifesta sua alegria pela ternura dos ladridos, com saltos e carícias. Bárbaros agarram esse cão, que tão prodigiosamente vence o homem em amizade, pregam-no em cima de uma mesa e dissecam-no vivo para mostrarem-te suas veias mesentéricas. Descobres nele todos os mesmos órgãos de sentimentos de que te gabas. Responde-me maquinista, teria a natureza entrosado nesse animal todos os órgãos do sentimento sem objetivo algum? Terá nervos para ser insensível? Não inquines à natureza tão impertinente contradição.

(Voltaire)

Eu sou o vento
Aquele que vem sem ser chamado
E canta nas janelas quebradas
Dos sanatórios

Nunca estou próximo
Nem distante
Seco as roupas nos varais
Desfaço as nuvens

Arranco as velas dos barcos
Brinco com aviões de papel
Levanto as pipas coloridas
E as saias das mocinhas

Lunáticas mãos
Faca na manteiga
Acredite em qualquer coisa
Espere por ninguém

Eu sou o vento
Com pouco não me contento
Venho e vou
Sem rota ou destino

Tantas viagens/tantos telhados
Tantas histórias/ tantos moinhos
Tantas ondas/ tantos cataventos
Tantas cartas/ tantos caminhos

Faço dançar o abraço das flores
E o beijo das fadas
Rasgo cicatrizes nas serras
Deixo sorrisos nos campos

Carrego segredos
Sopro bandeiras desfiadas
Derrubo as árvores
Descolo cartazes

Eu sou o vento
Aquele que nem bem chega
E já parte de repente
Feito um suspiro

(Carlos Assis)

Quando somos jovens sonhamos muitos sonhos impossíveis e fantasiamos uma realidade que nunca chega a existir. Com o tempo percebemos que a vida quase nunca é aquilo que esperávamos dela, e às vezes ficamos tristes e desapontados por isso.

Mas apesar dela não ser o que sonhamos um dia, aquilo que devemos pensar é que talvez ela seja precisamente aquilo que deve ser. Muitas vezes quando algo não acontece como queríamos é para nosso bem.

Olhe com atenção para sua vida e veja tudo de bom que existe nela, pois o problema é que muitas vezes só focamos no negativo ou no que nunca aconteceu. Agradeça por tudo que tem, por tudo que já conquistou e superou e verá como se sentirá mais feliz.

Amir e Farid eram dois mercadores árabes muito amigos. Sempre viajavam juntos, cada qual com seus camelos, mercadorias, escravos e empregados.

Numa das viagens em que o calor se apresentava abrasador, pararam às margens de um grande rio. Farid resolveu tomar um banho e para isso mergulhou nas águas caudalosas. Fosse porque se distraísse ou porque não se apercebesse, acabou sendo arrastado pela correnteza do rio. Amir, pressentindo o risco que corria o amigo, atirou-se no rio e o salvou, embora com esforço.

Muito agradecido, Farid chamou um dos seus escravos e lhe ordenou que escrevesse numa pedra próxima, em letras grandes e profundas: "aqui, com risco de perder sua própria vida, Amir salvou o seu amigo Farid."

A viagem prosseguiu. Os negócios se realizaram e no retorno, pararam no mesmo local para um descanso rápido. Começando a conversar, iniciaram uma discussão por divergência de opiniões. Com os ânimos acirrados, Amir esbofeteou Farid.

Então Farid se aproximou da margem do rio, escolheu uma pequena vara e escreveu na areia: "aqui, por motivos tolos, Amir esbofeteou Farid."

O escravo que escrevera na rocha a frase anterior, ficou intrigado e perguntou: "senhor, quando foi salvo, mandou gravar o feito numa pedra. Agora escreveis na areia a ofensa recebida. Por que agis assim?"

Farid largou a vara, olhou o escravo e respondeu: "os atos de bondade, de amor e de abnegação devem ser gravados na rocha para que todos os que tiverem oportunidade de tomar conhecimento deles, procurem imitá-los. Porém, quando recebermos uma ofensa, devemos escrevê-la na areia, bem perto das águas, para que seja por elas levada. Assim procedendo, ninguém tomará conhecimento dela. E, acima de tudo, para que qualquer mágoa desapareça de pronto do nosso coração."

Sábia ponderação de Farid. Agíssemos todos desta forma e menos ódio e malquerenças haveria sobre a terra. A gratidão seria a nota constante nos relacionamentos humanos e ninguém esqueceria o bem recebido. Igualmente, os gestos de bondade se espalhariam, pois seriam causa de imitação por muitos.

Em contrapartida, menos doenças e indisposições seriam geradas pelos homens, pois não alimentando mágoa, nem rancores, viveriam mais serenamente, o que equivale a menos propensão a enfermidades. A mágoa é sempre geratriz de infortúnios para si e de infelicidade para os outros.

Ninguém é totalmente habilitado em todas as coisas. Somos seres individuais dotados de características únicas, mas também possuímos incapacidades que ficam facilmente expostas quando estamos sós.

Contudo, se as pessoas estiverem juntas e trabalharem em equipe, as virtudes de umas encobrirão as dificuldades de outras e a probabilidade de conseguirem alcançar todos os seus objetivos será claramente maior.

É preciso não desejar ser o melhor, mas sim querer estar entre os vencedores.

Quem nunca cometeu um erro? Tomou uma atitude que acarretou consequências não desejadas ou se arrependeu de uma escolha errada? Tudo muito normal para quem tem uma vida acelerada, e certamente faz parte do dia-a-dia de muita gente.

Pois é, todo mundo erra, e se nunca errou, pode esperar que seu dia irá chegar, mas o que difere os bem-sucedidos dos fracassados, é a forma como esse erro é analisado. Pode ser tratado de uma forma negativa, sem haver nenhuma perspectiva de recomeço, ou pode ser visto como uma vantagem, como algo que no futuro será intensamente evitado.

Tire proveito dos seus erros, não deixe que fiquem esquecidos no passado, entenda porque tudo aconteceu e não permita ser levado pela vaidade de achar que é uma pessoa fraca pelo simples fato de ter errado. Fraco é aquele que permanece no mesmo erro continuamente e não toma nenhuma atitude para ultrapassa-lo.

Não seja conivente com as lamentações, utilize a situação a seu favor e não admita que o mesmo erro ocorra novamente!

Sem dúvidas sentir arrependimento pode ser considerado um dos piores sentimentos, querer que o passado tivesse sido diferente muitas vezes pode nos impedir de seguir em frente. Logicamente pelo menos uma vez na vida podemos desejar não ter feito isso ou aquilo, e não há nada de anormal nisso, o problema o remorso toma conta da gente e se torna algo constante. É preciso sempre ter em mente que e nosso passado dependerá das nossas ações no presente, pensar nas consequências da escolha que será feita pode ser um primeiro passo para não se arrepender. Mas como ainda não conseguimos antecipar o futuro, se achar que não fez a opção correta, siga em frente e pense no que ainda pode fazer para dar certo. Deixe o passado lá atrás, e lembre-se dos erros apenas para não repeti-los futuramente.

A família de tartarugas decidiu sair para um piquenique, e por serem animais naturalmente lentos, levaram alguns dias para prepararem-se para seu passeio. Finalmente a família de tartarugas saiu de casa para procurar um lugar apropriado, e durante o segundo dia da viagem encontraram o lugar ideal!

Elas levaram algumas horas para limpar a área, desembalaram a cesta de piquenique e terminaram os arranjos. Quando elas estavam prontas pra comer, descobriram que tinham esquecido o sal. Poxa, todas concordaram que um piquenique sem sal seria um desastre, e após uma longa discussão, a tartaruga mais nova foi escolhida para voltar em casa e pegar o sal, pois era a mais rápida das tartarugas.
A pequena tartaruga lamentou, chorou, e esperneou, mas concordou em ir com uma condição: que ninguém comeria até que ela retornasse. A família concordou e a pequena tartaruga então saiu para buscar o sal.
Três dias se passaram e a pequena tartaruga ainda não havia retornado. Cinco dias… Seis dias… Então, no sétimo dia, a tartaruga mais velha, que já não aguentava de tanta fome, anunciou que ia comer, e começou a desembalar um sanduíche.
Quando ela deu a primeira “dentada” no sanduíche, a pequena tartaruga saiu detrás de uma árvore e gritou:
- Ahhãããããã! Eu tinha certeza que vocês não iam me esperar. Agora é que eu não vou mesmo buscar o sal!

(Blog do Fabossi)

Quem é que pode dizer que é feliz sem nunca ter vivido um grande amor. O amor pode até trazer desilusões e tristezas, mas é um preço que vale a pena pagar para sentir por um dia que seja o que é amar.

O amor colore a vida, o amor é o sabor, o amor é melodia. Pobre de quem nunca se deixou levar pelo amor. Nós só somos capazes de saber o que realmente é importante na vida depois de amar e ser amado.

Quando amamos e vivemos um amor feliz, que nos faz bem e completa, parece que conseguimos ver o que realmente importa na vida, conseguimos ver que a felicidade está nas coisas simples, nos momentos de paz, no dia a dia, no dormir e acordar. Porque o amor nos desperta para o que há de bom no mundo.

Amar é bom, amar é tudo de bom na vida!

Aos que pensam que o casamento é uma prisão e que não é possível expressar verdadeiramente seus sentimentos, é melhor nem terminar de ler este texto. Este tipo de pensamento deveria de ter ficado enterrado na época em que a união entre duas pessoas não priorizava a comunhão de bons sentimentos.

Hoje em dia ninguém é mais obrigado a permanecer numa relação destrutiva, onde o amor já não mais participa. O casamento deve nascer de um vínculo anterior, onde os laços são construídos principalmente a partir de uma prévia amizade, acompanhada de muito amor e cumplicidade.

A felicidade não pode ser tida como algo inserido no futuro, sempre dependente do amanhã, que nunca surge no presente. Um casamento feliz é alcançado com doses diárias de felicidade, a presença do parceiro é fundamental neste processo, pois se a felicidade é alcançada mais facilmente na ausência do companheiro, a união passa a ser uma interferência na felicidade do outro.

Um bom casamento é livre e ao mesmo tempo dependente, tem que ser possível preservar a individualidade do outro, mas sem prejudicar o casamento harmonioso. Enxergue a felicidade no dia a dia, mas caso não houver, pense bem na possibilidade de ficar sozinha.

Nem sempre as coisas correm do jeito pretendido. Por vezes, não existe justiça, igualdade. Na verdade, a vida é um momento, uma etapa onde todos procuram realização, felicidade, harmonia!

Acontece que tudo deve ser conquistado com empenho, com força e com irreverência. É por isso que só os audazes, os corajosos, atingem seus objetivos. Não há tempo para ter medo da mudança; é ela que determina o sucesso. Sem medo, arrisque e mude tudo que está errado em você, em seu mundo!

Você não precisa visitar todos os lugares mágicos do mundo para saber ou sentir como ele é único e maravilhoso.

Da janela do seu quarto também o seu olhar alcança essa mesma mágica, na montanha mais próxima da sua casa também poderá respirar ar puro.

Mas para isso levante o corpo, o olhar, saia de casa, vá até essa montanha e respire. Aprecie a vida e todo o esplendor do mundo que rodeia você, pois é um privilégio, esteja você onde estiver, e você tem o dever de usufruir dele!

Já não aguento mais tanta espera para uma decisão, se passaram tantos dias e ainda não sei se você me perdoou. Eu sei que não deve ser fácil para você, mas quero te dizer mais uma vez que tudo que fiz foi somente por medo de te perder. Peço que não tome nenhuma decisão precipitada e não se esqueça dos momentos maravilhosos que já vivemos, e quantos ainda melhores podemos viver.

Eu estou muito arrependida e não vejo a hora de poder te ver, esses dias que fiquei sozinha só me fizeram perceber o quanto fico perdida sem você e quanto sua presença é extremamente importante na minha vida. Eu te amo incondicionalmente e não queria ser responsável por terminar nosso relacionamento, foi um erro tolo e completamente ingênuo da minha parte que espero que tenha como única finalidade fortalecer os nossos laços.

Aprendi bastante com esse sofrimento, e com certeza ultrapassarei tudo isso muito mais forte e amadurecida, pronta para iniciar uma nova fase na minha vida, com você ao meu lado novamente, mas com uma perspectiva de vida completamente diferente. Você é tudo para mim, volta logo, estou aqui ansiosa para te ter de novo em meus braços.

Todo mundo merece ser feliz! cada um do seu jeito, mas todos estamos destinados a encontrar a alegria. Por um minuto ou por uma vida inteira, todos devemos estar de bem com a vida.

Mas para isso acontecer é necessário que cada um se ame verdadeiramente! O sentimento que as outras pessoas têm por nós é muito importante, mas nada se aproxima do verdadeiro poder do amor próprio.

Ame-se imediatamente! Encontre coisas suas únicas e originais, apaixone-se pelo seu cabelo, pelo seu rosto ou por algo secreto que ninguém conhece! Ame-se simplesmente.

Boa-vontade descobre trabalho.
Trabalho opera a renovação.
Renovação encontra o bem.
O bem revela o espírito de serviço.
O espírito de serviço alcança a compreensão.
A compreensão ganha humildade.
A humildade conquista o amor.
O amor gera a renúncia.
A renúncia atinge a luz.
A luz realiza o aprimoramento próprio.
O aprimoramento próprio santifica o homem.
O homem santificado converte o mundo para Deus.
Caminhando prudentemente, pela simples boa-vontade a criatura alcançará o Divino
Reino da Luz.


(Chico Xavier)

Caminhamos ao encontro do amor e do desejo. Não buscamos lições, nem a amarga filosofia que se exige da grandeza. Além do sol, dos beijos e dos perfumes selvagens, tudo o mais nos parece fútil. Quando a mim, não procuro estar sozinho nesse lugar. Muitas vezes estive aqui com aqueles que amava, e discernia em seus traços o claro sorriso que neles tomava a face do amor. Deixo a outros a ordem e a medida. Domina-me por completo a grande libertinagem da natureza e do mar.

(Albert Camus)

As transformações fazem parte da nossa vida desde o início primário do que se chama de vida. Crescemos, aprendemos a andar, a falar, a nos relacionar, e mesmo assim, as mudanças por muitas vezes ainda são tidas como novidades, como algo inesperado.

Lidamos com mudanças desde que somos gente, mas quando precisamos mudar de casa ou de emprego, tudo aquilo que vivemos parece que foi esquecido, ou como se nunca tivesse acontecido.

É preciso nos agarrarmos a todos esses pequenos acontecimentos, àqueles momentos quase que corriqueiros, que passam pelos nosso olhos como se não fossem vistos. Pois são por conta daqueles quase que esquecidos que tomamos um susto com algo que por inúmeras vezes passou pela nossa vida quase que desapercebido.

Ser mãe é a maior dádiva da vida. Agora que você vai conhecer a realidade da maternidade na pele, peço que se lembre sempre de uma coisa: dar vida é a maior demonstração de amor que qualquer ser possui em toda a sua vida. É isso que espero que nunca saia de sua cabeça, minha filha. Em breve, esse neném que anda aí viajando em sua barriga estará cá fora, junto da gente para alegrar nossos dias. Tenho muito orgulho na mãe que eu sei que você vai ser!

Sua vida vai mudar para melhor, aliás, ela está já bem diferente. Um bebê muda nosso modo de pensar, altera nosso jeito de sentir e torna a gente mais real e preocupada. Mas isso é bom. Tudo, na maternidade, é delicioso. Desde a bela novidade da gravidez até à fase adulta, passando pelos primeiros passos e pela amamentação. O vestir as roupinhas, o dar banho e essencialmente o cuidar. Ser mãe é ser grande. É ajudar seu bebê a fazer do mundo, um local bem mais agradável para viver. Que ansiedade, meu amor. Que ansiedade!

Se fosse fácil de alcançar ninguém lutaria para lá chegar!

Quando somos jovens vivemos na ilusão de que a vida é longa, interminável, que sempre haverá tempo para o que for. Quando somos adultos demasiadas preocupações e diferentes circunstâncias nos impedem de pensar sobre a vida. E assim, quando chega o momento de a ponderar, ela já passou!

Não deixe para amanhã, ou até mesmo para logo. Agora é o momento certo para agarrar a vida, para a viver plenamente, pois o depois pode não chegar jamais! Aprenda a viver o agora e seja feliz!

Bem sabemos que ultimamente o medo é um sentimento muito próximo na vida de muita gente. Por diversos motivos ele aparece e nos impede de seguir em frente com aquele sonho que por muitos anos foi desejado.

Somos levados a tantos questionamentos que passamos a achar que o esforço exigido para alcançá-lo será maior do que o prazer de tê-lo conquistado.

Enquanto o medo se mostra como apenas um receio em relação a algo perigoso, é um sentimento saudável e até necessário.

Mas a partir do momento que envolve quase todas as atividades diárias, ele deve ser devidamente controlado através principalmente do entendimento das causas que levaram a essa situação.

Se um dia perceber que o medo está bloqueando sua evolução na vida profissional ou mesmo na pessoal, é sinal que ele está vencendo. E caso não lute contra esse sentimento, a tendência é ele se fortalecer.

Avalie seu comportamento diante das situações diárias, veja se de fato há uma grande quantidade de projetos parados, esquecidos, como se não houvesse a possibilidade de dar certo.

O medo pode ser o principal obstáculo para seguir em frente e realmente conseguir enfrentar aquelas dificuldades. Expulse-o da sua vida e comece a andar de mãos dadas com a coragem, pois ela é uma grande companheira para ajudar no encontro com a felicidade.

Há quem pense que a felicidade é privilégio de poucos. Talvez daqueles que têm um belo físico, dos bem nascidos e ricos. Como nos enganamos nessa vida!

A felicidade não é privilégio de ninguém. É sim, um esforço contínuo para reconhecer o belo nas pequenas coisas do cotidiano. Quem não se esforça, dificilmente encontra a felicidade.

Se você não para para ver o pôr do sol dificilmente irá presenciar sua beleza e ser tocado por essa dádiva. Se você não rega as flores do seu jardim como pode ter a felicidade de vê-las florescer? Se você decide não sorrir porque está tendo um dia daqueles, provavelmente não cultivará sorrisos.

Felicidade é esforço e escolha. Nós escolhemos como ver a vida, como lidar com as pessoas. Escolhemos amar ou odiar. Escolhemos perdoar. Somente escolhas generosas, honestas, sinceras e amorosas nos conduzem à felicidade.

A felicidade não cai do céu, ela não bate à nossa porta. É preciso procurá-la em todas as coisas e pessoas. É preciso doar amor, carinho e ajudar ao próximo. É preciso ter fé; fé em nós mesmos, em Deus e nas pessoas que nos rodeiam.

Para tudo isso é preciso esforço e perseverança, mas vale a pena, pois a felicidade nunca desistirá de você. Não desista nunca da felicidade. Seja feliz agora e sempre e lembre-se que a felicidade é contagiante!

Vivemos em um mundo tão confuso, que para iniciar uma carreira profissional muitas vezes é exigido ter experiência. Mas se ainda não foi vivido como pode já ser conhecido? O primeiro passo para conseguir algo é que no mínimo já tenha sido tentado, e jamais será possível o contrário.

Para ter o verdadeiro conhecimento do que é a vida, faça, crie, improvise e experimente. Não tenha medo de errar ou do que outros podem pensar. Não há nunca como saber o sabor de algo sem nunca o ter experimentado, e se tiver um gosto ruim, pelo menos fica sabendo que não deve repetir.

Recomendados para você

O poder da gratidão: reflexão sobre a importância do agradecimento na nossa vida
O poder da gratidão: reflexão sobre a importância do agradecimento na nossa vida