Mensagens Depressivas


Escrevo apenas para desabafar.
Não sei o que anda acontecendo comigo.
Às vezes estou bem,
Outras vezes sinto vontade de chorar.

A tristeza já invadiu o meu coração,
Que pede por socorro
E quer sair dessa solidão.

Estou parecendo uma adolescente,
Que procura constantemente
Uma fortaleza para se abrigar
Dessa mágoa que não quer passar.

Preciso de um amigo que me
Estenda a mão para poder acalmar
Esse meu pobre coração.

Tudo o que eu preciso é chorar,
pois só assim conseguirei
pôr toda a dor para fora.
Mas não tenho mais lágrimas...
Elas secaram.
Como vou lavar minha alma agora?
Ainda tem muita tristeza aqui dentro.
Não olhe nos meus olhos
Eles só expressam desespero
Acho que ninguém pode me ajudar
Ainda não encontrei alguém
Para dizer que se importa de verdade
Para dizer que vai ficar tudo bem
E que ainda vale a pena.

Não é nada
É só vontade chorar
Acredito que não seja nada
Só uma dor que não passa
Um vazio que não se preenche
Uma solidão não passageira
Uma pergunta que não se cala
Por quê?
Parecia tudo tão perfeito
Já deveria ter imaginado que
Algum preço eu teria que pagar
Por que tão caro?
É só tristeza
Não se preocupe tanto
Não vai passar
Mas eu me acostumo
Está muito frio aqui
E não adianta fechar a porta
Só quero que fique longe de mim!

Sinto saudades do tempo em que conhecia meus sentimentos. Do tempo em que sabia o motivo pelo qual eu chorava ou sorria. Dos momentos em que eu vivia plenamente minha vida. Sinto saudades de tudo o que vi e vivi, porque sei que minha alma estava tranquila nesses momentos.

Hoje quando tento me encontrar vejo você em tudo. A mesma dor, as lembranças das promessas vazias, tão vazias que nem mesmo você acreditava, das juras de amor que me faziam sonhar, e que com o tempo foram me dominando.

Por mais que eu tente não consigo entender como pude me entregar a um amor tão esnobe, um amor incapaz de amar, de fazer feliz, de se permitir ser feliz. Hoje vejo todos os defeitos que antes me pareciam preciosidades. Hoje sinto um vazio que ainda não sei explicar o que é, e que talvez um dia o tempo me permita entender.

Hoje sei que de todas as coisas ruins que você me fez sentir a pior ainda está comigo: a lembrança de saber que alguém como você ainda existe. Sinto tanta falta de mim que só vou me reencontrar quando conseguir dizer com toda serenidade que não me lembro quem você foi, é ou será. Infelizmente um amor nem sempre vem como amor!

Nada mais parece fazer sentido
Os dias apesar de claros
Parecem tão sombrios
E os sorrisos tão frios

Tudo parece ter mudado
O barulho, sem mais nem menos
Se fez silêncio
E a alegria se fez tristeza

Nada mais parece fazer sentido
Tudo parece ter mudado
O riso calado
Simplesmente observa esta cena
Na qual tudo se faz nada
Simples confusão

Se eu morresse amanhã o que levaria da vida? E você, o que levaria você? Tanta luta, tanta ganância, querer poder, fama e dinheiro, mas se morrermos amanhã de que nos adianta isso tudo? De nada!

Então por que não lutar por aquilo que dá felicidade, que deixa lindas lembranças, momentos mágicos e sentimentos verdadeiros? E é isso que eu quero! Um coração cheio de bons sentimentos e uma mente recheada de belas memórias!

Vida e sorte nem sempre combinam. Às vezes sonhamos e lutamos com todas as nossas forças e mesmo assim fracassamos.

Às vezes confiamos e amamos pessoas que acabam nos decepcionando. Às vezes acreditamos que a tempestade vai acabar por passar, mas o sol parece nunca mais chegar.

Mas apesar de tudo nunca deixará de valer a pena viver e tentar a nossa sorte, pois um dia ela acaba mesmo chegando. Um dia deixamos de sofrer, pois um dia o vento da sorte vai soprar a nosso favor. Nunca deixe de acreditar!

Hoje estou triste e sozinha
Minhas lágrimas me acompanham
Em silêncio lamentam minha dor.
Mas assim que a noite chega
Consigo na escuridão enxergar
Uma luz que me diz baixinho
Que meu sorriso vai voltar,
Pois em algum lugar do mundo
O meu amor está me esperando!

Às vezes fico imaginando como seria feliz se você me entendesse; se não largasse minha mão; se me amasse de verdade. Sinto que vivo em outro mundo quando falamos.

Você não compreende o que meu coração sente. Dói demais não ser escutada, entendida. Dei tudo de mim para demonstrar este amor e no final sobra tristeza, dor e mágoa.

Nossos Pais descobrem que um ser está para nascer e trazer às suas vidas um brilho de luz. A cada sorriso, palavra, olhar ou suspiro, uma cachoeira de lágrimas parece inundar seus olhos de alegria e paz.

Nos tornamos adolescentes e a busca pela independência é cada vez mais clara. A nossa vontade de conquistar espaço nos distancia de quem sempre nos amará, e esquecemos a família. Esquecemos de dizer o quanto os amamos.

Mas um dia nossos entes queridos se vão. Quando menos esperamos e sem nenhum aviso, Deus tira de nós o que mais amamos. Em nosso peito apenas a dor de um punhal que a cada "meus pêsames" parece afundar.

Nossos pensamentos difundem para cada gota de sangue em nosso corpo a culpa de nunca termos dito: "te amo", "preciso de você", "estou sempre aqui", "me preocupo"; e como se não bastasse, vem a frase mais forte "a culpa foi minha"!

Nossos sonhos caem por terra, nossa independência parece perder a importância. E a resposta para essa dor? O tempo e uma certeza: Quando amamos transmitimos em pequenos atos e gestos, e as palavras não importam mais. Quando precisamos de alguém, sentimos sua presença, e as palavras não têm mais sentido. Quando nos sentimos sós e abandonados, surge uma palavra ou um gesto e descobrimos que nunca estaremos sós.

E a culpa? A culpa é da vida que tem início, meio e fim. A nossa culpa está apenas em amar tanto e sentir tanto perder alguém. Mas o tempo é remédio e nele conquistamos o consolo, com ele pensamos nos bons momentos. E com um pouco mais de tempo, transformamos nossos entes queridos em eternos companheiros.

Nossos sonhos ganham aliados, nossa independência ganha acompanhantes, nossa vida conquista anjos. E no fim apenas a saudade e uma certeza: Não importa onde estejam, pois estarão sempre conosco!

Há dores difíceis de entender e que custam a suportar. Quando os problemas parecem não ter mais solução, é como se carregássemos o seu peso nas costas e até as atividades mais simples do nosso dia a dia ficassem difíceis de realizar. A felicidade sempre esteve presente no seu rosto e agora ela parece ter fugido para longe.

Tudo vai passar, meu amor. Até a maior das tempestades acaba por ir embora e deixar o sol brilhar. Eu estarei do seu lado dando todo o meu carinho e você receberá as forças para superar cada obstáculo. Não quero perder o homem que me faz feliz. Quero recuperar seus sonhos e cuidar das suas feridas. Vamos trazer de volta tudo o que você deixou para trás.

De um lado um "amigo"
De outro, família
Cercado por vários conhecidos
Encontram-se nobres esquecidos
Meio a tantos passos
Meio à vida rotineira
Encontram-se todos
Acostumam-se com tudo
Cercado de pessoas
Busca-se ir além
Assusta-se com um barulho
Pensa-se não ter ninguém
Realidade é diferente
Olha-se para trás
Não se busca ir em frente
Nem se vê o que se faz
Olhos abertos
Vista escura
Ouvidos atentos
Nada se escuta
Sente-se sozinho
Está rodeado
Busca-se um caminho
Sente-se incomodado
Solidão no meio de tantos
relacionamentos
Vivendo na ilusão de estar só
Está perdido no tempo.

Quebrou-se o encanto
o canto
o cantar.
Chegou a vida
que agita
que grita.
Acabou-se o amor
a dor ficou
a flor
que morreu
não cresceu
se esqueceu
de sonhar.
Te amar
te querer
sem poder.
Te olhar
devagar
de sorrir...
e por dentro chorar.
Te perder
sem poder

... nem lutar!

Hoje os sinos tocam
pois na cidade há uma morte.
Sua face é irreconhecível
seu olhar se perde na brisa da manhã.
Um surto ameaçador,
uma sensação horripilante
de temor de solidão.

Letras benditas e papéis esvoaçantes
neles se contém a resposta para a pergunta:
Por quê?
Palavras de conforto.
Silêncio implorando um curto tempo.
Memória perdida.

"Meus pêsames senhorita."
Nunca pensei que alguém pudesse velar
sua pobre alma assassinada
na chacina do amor.
No rosto pálido, reflete-se a dor
de uma grande perda.

Hoje não tocam apenas os sinos da cidade,
mas também os sinos do céu
anunciando que lá se vai
mais uma pequena alma para o inferno
E este anuncia:
Seja bem-vinda à sua nova casa!

Primeiro eu tentei impedir
de todas as formas
que isso acontecesse.
Depois, de todas as formas,
tentei impedir que você soubesse.
Com o tempo,
tentei de várias maneiras
fazer você perceber.
E depois me pegava fazendo
de tudo para você descobrir.
E quando isso me sufocou
eu abri meu coração.
Hoje aprendi que nada mais
posso fazer, pois sei que você
sabe que tudo que fiz
foi por você, e hoje isso basta.
A experiência superou a dor!