Mensagens de Lembranças

Não importa para onde vou, não interessa de onde vim! Não importa o que fiz, não interessam as atitudes que tomei. Tudo isso não é relevante para quem tem, como eu, os melhores amigos de infância.

Vocês são meu conforto! É com todos vocês que compartilho meus sentimentos, minhas dúvidas, meus sonhos. Não faço isso com mais alguém. Faço com vocês! Só dói a nostalgia, aquelas lembranças de quando éramos crianças e brincávamos da luz do dia à luz da noite.

É bom ter amigos assim como vocês! Agradeço por tudo!

Por vezes, são os gestos simples aqueles que mais nos marcam, pois além de ficarem em nossas memórias, também acabam por tocar nossos corações.

O que vocês fazem por mim não me passa despercebido, meus amigos. Todos os dias eu tenho sentido um verdadeiro apoio que não poderia encontrar em outro lugar. Agradeço de coração por serem uma bênção para mim.

Chegou o dia de prestar homenagem àqueles que partiram, mas continuam dentro dos nossos corações.

Neste Dia de Finados quero me rodear de pensamentos bons e lembranças de todos que já vi partirem.

Vou orar por todos que sofrem com o luto, e pedir a Deus que transforme a dor em saudade serena.

Que os que já se foram sejam hoje lembrados com carinho, e os que ficaram encontrem paz na saudade.

Das profundezas do sono,
Ao subir a escada em espiral do despertar,
Murmuro:
Deus! Deus! Deus!

És o alimento, e ao romper o jejum
da separação noturna entre nós,
Sinto o teu sabor e digo mentalmente:
Deus! Deus! Deus!

Não importa onde eu vá, o farol de minha mente
Sempre se volta sobre Ti,
E no fragor da batalha da atividade
meu silencioso grito de guerra é sempre:
Deus! Deus! Deus!

Se ruidosas tornentas de provas gritam
E a inquietação uiva junto a mim,
Abafo seus ruídos cantando em voz alta:
Deus! Deus! Deus!

Quando a mente tece sonhos
Com os fios da memória,
Nesse tecido mágico faço estampar:
Deus! Deus! Deus!

Todas as noites, quando o sono é mais profundo,
Minha paz em sonhos chama: Alegria! Alegria! Alegria!
E a alegria vem cantando sempre:
Deus! Deus! Deus!

Despertando, comendo, trabalhando, sonhando, dormindo,
Servindo, meditando, cantando, amando divinamente,
Minha alma sussurra o tempo todo, sem que ninguém ouça:
Deus! Deus! Deus!

(Yogananda)

Sempre há espaço para uma família crescer, ficar mais feliz e harmoniosa, e foi exatamente o que que aconteceu com a sua chegada, minha querida cunhada!

É muito importante para mim que você se sinta bem-vinda e acolhida por todos nós porque agora você é parte integrante das nossas vidas assim como somos da sua.

Tenha sempre em mente que, mesmo que não tenhamos o mesmo sangue, você terá nosso apoio, proteção e amor. Você é parte da nossa família e sua felicidade é muito importante para nós!

Querida cunhada, sei que vamos dividir muitos momentos marcantes e criar muitas memórias! Seja bem-vinda!

Até um dia, professora! Chegou a hora de nos despedirmos. Mas não se preocupe, porque você vai estar sempre presente na minha memória. E é por isso que este adeus não me custa tanto assim. É como se sentisse que as memórias e tudo que aprendi com você preservasse nossa ligação e nos mantivesse lado a lado.

É claro que sentirei falta da sua boa disposição pela manhã e do entusiasmo com que sempre compartilhou conhecimento. Você é uma pessoa inesquecível, dona de um dom incrível que é esse de ensinar, educar, passar sabedoria.

Sim, porque você nunca se limitou a informar a matéria, a explicar os algarismos e as letras e a história do mundo. O seu dom é fornecer ferramentas para que consigamos pensar pela nossa cabeça. E isso é obra; é coisa de mestre.

Pensei que era mais fácil esquecer um amor que terminou. Imaginei que seria como virar a página de um livro, como se uma personagem tivesse chegado ao seu fim, mas a história ainda assim continuasse. No entanto, tudo é mais complexo do que aquilo que esperamos e o que julgamos que ficou para trás, atormenta o nosso presente através das memórias.

Meus dedos ainda tremem, cada vez que tento escrever seu nome. Minha alma fica paralisada, sempre que a imagem do seu rosto surge no meu pensamento. É uma dor que aperta meu coração, saber que não posso mais estar em seus braços e ter consciência de que perder você ainda aumentou mais este amor que sinto.

Pergunto-me por onde você andará, mesmo que seja eu quem se sente perdida. Questiono-me se já teve coragem de seguir outro caminho, ainda que eu procure todos os dias conseguir isso. E entre dúvidas e incertezas, me apercebo que apesar do tempo que passou, é como se você ainda estivesse do meu lado.

Até um dia, minha mãe! É esse o pensamento que nunca desaparece da minha memória. Tenho a grande esperança de reencontrar você um dia para beijar sua mão e seu rosto uma vez mais; para abraçar seu corpo até machucar seus ombros.

Sinto saudade – muita! E especialmente hoje, estou com memórias nossas no pensamento. Vou amar você eternamente, mãe! Descanse em paz!

Os meus sentimentos, amiga querida. Imagino que a dor que está sentindo seja muito cruel, mas você não está sozinha. Ao seu lado estão aqueles amigos incondicionais que sempre estiveram ao seu lado. Não permitiremos que você abaixe a cabeça apesar das circunstâncias atuais serem muito difíceis.

Nunca estamos preparados para perder aqueles que mais amamos, mas você é uma guerreira e com certeza honrará a memória de quem infelizmente partiu inesperadamente. Que Deus conforte seu coração e continue a ajudar você a prosseguir seu caminho!

Deus é meu pai e foi um grande impulsionador do meu percurso e desta oportunidade única e por isso agradeço ao Senhor com todo meu coração.

Em relação à universidade só posso garantir que jamais sairão da minha memória instantes ímpares e que trouxeram conforto, alegria e a ambição necessária para alcançar esta etapa na minha vida.

A todos os professores e orientadores eu deixo um agradecimento gigante, porque sem eles jamais teria conseguido. Foram eles que me fizeram acreditar que era possível.

Finalmente quero agradecer à minha família e amigos o incentivo, a confiança e todas as bases que fizeram de mim quem sou hoje.

Não esqueço – é claro – todas as pessoas que não referi mas que fizeram parte do meu percurso. A todas eu deixo um agradecimento honesto e muito sentido.

Família é tudo que temos nesta vida.
Não importa a distância nem o tempo
que passamos sem nos vermos,
quando estamos juntos, me sinto em casa.

Agradeço por todo o apoio
que sempre me deram e
por todas as lembranças
que proporcionaram.

Lembro até hoje de cada detalhe
da minha infância, família.

Cada um de vocês tem
um lugar especial no meu coração!

Apenas por um momento, feche os olhos.

Agora pense no seu quarto.
Veja sua cama, as paredes.
Agora abra os olhos.

Você viu seu quarto, claro.
E assim que você viu essa imagem, um feixe de fótons, luz, acendeu em seu cérebro.

Mas antes de pedir que você visse essa imagem, onde ela estava?
Onde está a memória até o momento que decidimos lembrar?

A memória não está no cérebro como tanta gente diz.

As pessoas dizem isso porque se alguém tem um derrame pode perder a memória.
Mas hoje os mais brilhantes cientistas do mundo estão afirmando que a memória não está no cérebro.

O cérebro é apenas um hardware, como um rádio.
Não há prova cientifica de que o cérebro produza pensamentos.
Ele os decodifica.

O que ensinam as grandes escolas espirituais é que o pensamento vem da alma, do verdadeiro eu.
Para além dos olhos da carne e dos olhos da mente estão os olhos da alma.

É aí que temos memória, insights, imaginação, entendimento, intenção, curiosidade, sabedoria, criatividade.

Hoje alguns cientistas começam a descrever esse domínio, que chamaremos de realidade virtual. É aí que estava o pensamento, antes de você tê-lo tido.

(Deepak Chopra)

Hoje me despeço de você com a consciência de que este é um dos piores momentos da minha vida. A tristeza invadiu meu coração, pois saber que não posso mais ver você é muito doloroso.

Quero acreditar que esta despedida não é para sempre, que nos voltaremos a encontrar um dia em outro plano da existência. Mas neste momento dói muito ter de aceitar que você se foi sem um último adeus.

A Deus oro por conforto e paz, um pouco de amparo nesta hora de dor. Comigo ficarão as lembranças de tudo que vivemos, e que para sempre vou guardar, e estas saudades que serão eternas.

Descanse em paz!

Fora da caridade não há salvação
Estes princípios, para mim, não são apenas uma teoria, eu os coloco em prática; faço o bem tanto quanto o permite a minha posição; presto serviço quando posso; os pobres jamais foram rejeitados em minha casa, ou tratados com dureza; a todo momento não foram sempre recebidos com a mesma benevolência?

Jamais lamentei meus passos e minhas deligências para prestar serviço; pais de família não saíram da prisão pelos meus cuidados? Certamente não me cabe fazer o inventário do bem que pude fazer; mas, num momento em que parece tudo esquecer-se, é-me muito permitido, creio, chamar à minha lembrança que a minha consciência me diz que não fiz mal a ninguém, que fiz todo o bem que pude, e isso o repito sem pedir conta da opinião; sob esse aspecto, a minha consciência está tranqüila e de alguma ingratidão com a qual pude ser pago, em mais de uma ocasião, isso não poderia ser para mim um motivo para deixar de fazê-lo; a ingratidão é uma das imperfeições da Humanidade, e como nenhum de nós está isento de censuras, é preciso saber passar aos outros pelo que se nos passa a nós mesmos, a fim de que se possa dizer, como J. C.: "que aquele que está sem pecado, lhe atire a primeira pedra."

Continuarei, pois, a fazer todo o bem que puder, mesmo aos meus inimigos, porque o ódio não me cega; e eu lhes estenderia sempre a mão para tirá-los de um precipício, se a ocasião disso se apresentasse.

Eis como entendo a caridade cristã; compreendo uma religião que nos ordena retribuir o mal com o bem, com mais forte razão restituir o bem pelo bem. Mas não compreenderia jamais a que nos prescrevesse retribuir o mal com o mal.

(Allan Kardec)

O caminho foi árduo, mas recompensador. Parto agora para uma nova etapa com mais conhecimento, mas também com memórias inesquecíveis de pessoas e experiências incríveis.

Faz todo sentido querer compartilhar um dia tão especial com aqueles que são realmente importantes para mim. É com uma honra muito grande e uma alegria indescritível que convido você a estar presente na minha formatura.

Nosso namoro é tudo para mim. Sinto que ao seu lado tudo tem outra cor, outra razão, outra vida. Claro que às vezes discordamos e chegamos até a brigar, mas até aí eu sinto amor pelo que construímos.

É que quando se ama de verdade tudo se ultrapassa e nada fica de mal fica retido na memória. Felizmente só guardo coisas lindas e maravilhosas de nós dois. Que continuemos assim, meu amor!

Venho para falar Dele a todos,
De como guardá-lo no peito
E da disciplina que atrai Sua graça.
A ti, que me pediste

Guiar-te à presença do meu Bem-amado,
Com minha silenciosa mente te advertirei,
Ou falarei contigo, através de um doce e expressivo olhar,
Sussurrarei baixinho com a voz do meu amor,
Ou te alertarei em voz alta quando te afastares Dele.

Mas quando eu me tornar apenas uma lembrança,
Ou imagem mental, ou voz silenciosa,
Quando nenhum apelo terrestre revelar
Meu paradeiro no espaço insondável,
Quando nenhuma leve súplica ou ordem severa
Trouxer de mim uma resposta,
Sorrirei na tua mente quando estiveres certo,
E quando errares, chorarei através de meus olhos,
Fitando-te veladamente na escuridão.

E chorarei através de teus olhos talvez;
E murmurarei através de tua consciência,
E raciocinarei contigo usando da tua razão,
E amarei todos através do teu amor.

Quando não mais puderes me falar,
Lê meus "Sussurros da Eternidade";
Por meio deles, falarei contigo eternamente.

Incógnito, andarei a teu lado
Protegendo-te com braços invisíveis.
E assim que conheceres o meu Bem-amado
E ouvires a Sua voz no silêncio,
Reconhecer-me-ás novamente, mais tangível
Do que me conheceste na Terra.

Mas quando eu for somente um sonho para ti,
Voltarei para te lembrar que também não passas
De um sonho do meu Bem-amado Celestial.

E quando souberes que és um sonho, como agora eu sei,
Estaremos despertos Nele para sempre.

(Yogananda)

É em dias como este que sentimentos adormecidos despertam e voltam a inundar nossos olhos de lágrimas.

A memória dos que partiram jamais abandona nossos corações, mas o desespero e a profunda tristeza vão sendo suavizados com o tempo, e acordam revoltados em dias como este.

Mas não deixemos que a tristeza prospere, e antes, lembremos quem já não está entre nós e celebremos quem foram em vida.

O importante é jamais esquecer, e aceitar com serenidade os desígnios de Deus; e n’Ele confiar e a Ele pedir orientação e paz.

E lembre-se que aqueles que se foram ficarão sempre conosco, na nossa memória e saudade. E que a morte não é o final, não é a separação definitiva, mas apenas o início de uma fase nova para os que partem antes de nós.

Hoje eu decidi
Vou deixar a saudade chegar
Vou deixar a saudade
me abraçar com seu manto
E se for preciso chorar, vou chorar
Quem sabe entre uma lágrima
e outra, o riso aparece?
Afinal, a mesma saudade
que machuca também acaricia
com suas lembranças

Hoje eu decidi
Não vou evitar a saudade
Vou aceitá-la de coração
e braços abertos
Vou cantar para ela
a nossa canção preferida
Vou recitar aquele poema de amor
que você um dia me dedicou

Quem sabe se eu abrir
as portas da minha casa e meu coração
A saudade me dê uma trégua
E se torne um aconchego
ao invés de um tormento
Quero fazer as pazes com a saudade
Preciso fazer as pazes com a saudade
Já que ela é minha companheira,
não posso mais evitá-la

Venha saudade
Encha minha casa tão vazia
Escute as minhas canções de amor
E meus poemas inacabados
Dancemos essa valsa solitária
E enquanto um novo amor não chega
Você será bem vinda

Dizem que aqueles que partiram estão sempre olhando para nós aqui embaixo e eu gosto de acreditar que isto é verdade. Que neste Dia de Finados, os que se foram, possam sentir as homenagens dos que ficaram.

São pais, mães, familiares, amigos que partiram e que deixaram muita saudade. Tenho certeza que hoje estão todos pensando nas pessoas queridas que, infelizmente, não estão mais aqui.

Que seja um Dia de Finados cheio de lembranças queridas, porque recordar é um jeito de reviver momentos e felicidades. Que seja um dia para nos mantermos unidos em oração para honrar a vida e a morte daqueles que se foram.

Hoje todas as recordações estão mais vivas que nunca! Parece que as lembranças estão trazendo você de volta, querida mãe. E quem me dera que isso fosse possível.

Sabe, mãe, cada dia que passa a saudade cresce juntamente com a aceitação – e isso é positivo! Finalmente estou encarando a sua partida como algo natural; difícil, mas natural. Descanse em paz, minha mãe! Até um dia.

Há um momento na aprendizagem de cada homem em que este chega à convicção de que a inveja é ignorância; que a imitação é suicídio; que ele tem que se tomar a ele próprio tanto para melhor, tanto para pior, como a sua parcela; que embora o universo esteja cheio de coisas boas, nenhuma semente de milho nutritiva chegará a ele senão através da labuta que ele ofereça nesse lote de terreno que lhe foi dado para cultivar.

O poder que reside nele é novo na natureza, e nenhum outro senão ele sabe o que é que pode fazer, e não o saberá até que o tente. Não é por nada que uma cara, um caráter, um fato, causa muito impressão nele, e outros não têm qualquer efeito. Esta escultura na memória não existe sem uma harmonia pré-estabelecida.

O olho foi colocado onde um raio deve cair, de forma a testemunhar esse raio em particular. Nós apenas nos exprimimos pela metade, e temos vergonha da ideia divina que cada um de nós representa. Podemos ser de confiança e de motivações boas e proporcionais, e darmo-nos fielmente, mas Deus não terá o seu trabalho mais manifesto feito por cobardes.

Um homem está seguro e tranquilo quando coloca todo o coração no seu trabalho ou outra atividade e faz o seu melhor de acordo consigo próprio; mas o que ele diz ou faz de outra maneira, não lhe dará nenhuma paz.

É uma entrega que não rende nada. Na tentativa o seu gênio abandona-o; nenhuma musa o ajuda; nenhuma invenção, nenhuma esperança. Confia em ti próprio: todo o coração vibra a essa corda de ferro.

(Ralph Waldo Emerson)

São quatro anos de amor. Também de momentos difíceis, vários desafios, algumas palavras irrefletidas, mas são, sobretudo, quatro anos de muito amor. Porque só o amor nos poderia ter feito, apesar de tudo, chegar até aqui. Pois apenas o amor conseguiria nos manter lado a lado contra todas as probabilidades.

É muita a gratidão que sinto. Com você na minha vida tenho tudo. Seus olhos são a paz, sua voz é meu refúgio, seu abraço é meu sustento, seu beijo é a força que me revigora e me acalenta. Estou onde devo estar, com quem quero estar, com uma vida inteira pela frente. Você é o motivo de a querer viver com toda intensidade.

São quatro anos de amor, e é impossível explicar tudo que ficou para trás. As memórias que guardarmos são maravilhosas, recheadas de mágica e paixão. E é com o olhar focado no futuro que hoje digo com toda certeza que quero você comigo eternamente.

Quero começar por agradecer a Deus; foi Ele que levantou minha cabeça e me deu força para não desistir nos momentos mais difíceis.

Agradeço à universidade por ter me reebido tão bem e de forma tão carinhosa. Nunca esquecerei esta linda casa que será sempre minha.

Aos professores e orientadores eu deixo uma palavra de agradecimento pela oportunidade, paciência e confiança que depositaram em mim.

Em relação à minha família e a todos os meus amigos eu só posso agradecer também, porque representam quem sou de verdade e sempre foram a resposta para todas as minhas dúvidas.

Para quem não mencionei, mas de alguma forma teve interferência neste caminho que percorri eu deixo minha lembrança e agradecimento.

Ainda não me sinto capaz de lidar com sua partida, meu pai! A dor que assombra meu peito teima em não fugir, não desaparece, está tatuada. Você foi sempre o homem que ansiei um dia ser, todo seu jeito inspira vontades maiores que as dos homens comuns. Você é meu ídolo, minha referência!

As saudades tem sido o pior, o mais difícil de suportar. Saber que não vou olhar mais seus olhos é dor sem fim. E seu toque não será mais sentido, seu abraço ficou por dar, nosso amor vai viver sempre em desafio, em ansiedade, em lembranças e recordações. Sua falta em minha vida é o maior vazio existente no mundo.

Sei que vou retomar minha vida. Não sei se será hoje ou amanhã, mas tenho certeza que num futuro próximo vou regressar para a estrada de minha vida, vou percorrer o trilho com os princípios que você me incutiu. Vou honrar seu nome em cada gesto, em cada conquista, em todas as lutas. Vou sempre manter você vivo através da minha palavra. Paz para você, meu pai tão amado.

Desde os primeiros passos até a vida adulta os professores são, junto com a família, os responsáveis por nos acompanhar, encorajar e transformar nossas vidas.

Seus ensinamentos e personalidades são marcantes e ficam gravados em nossa memória e em nossos corações.

Um dia para homenagear aqueles que se empenham tanto para nos ajudar a dar os primeiros passos no mundo da educação é pouco, vocês, grandes professores, merecem serem celebrados o ano inteiro. Feliz todos os dias, professores!

Só quem tem uma irmã do coração sabe a felicidade de ter esta amizade. Nossa história já vem de anos e é incrível como esta ligação segue crescendo a cada dia.

Em você, encontro toda a cumplicidade e parceria que sempre desejei. É maravilhoso ter uma amiga para me ouvir, aconselhar e claro, para dar umas boas risadas. Você é a irmã que eu não tive, uma amiga especial que quero levar sempre comigo.

Todas nossas lembranças estão guardadas com muito carinho e tenho certeza que ainda temos muitas boas histórias para vivermos lado a lado! Amo você, minha melhor amiga e irmã do coração!

No dia 9 de Agosto de 1988 faleceu o comediante mexicano Ramón Valdéz, o Seu Madruga do seriado “Chaves”. Nascido em setembro de 23, Ramón atuou em filmes e novelas, onde se destacam as produções cinematográficas “Calabacitas tiernas” e “Fuerte, audaz y valiente” e a tele-novela “Lupita” e teve seu próprio circo. Também participou do programa de Carlos Villagrán na Venezuela e de “Chapolin”, onde viveu diversos vilões, como o Racha-Cuca, Pistoleiro Veloz, Tripa Seca e o herói americano Super Sam.

Porém, nenhum personagem fez tanto sucesso como Seu Madruga, o mais carismático de toda a turma do Chaves. Ramón Valdéz brilhou em cena, nos episódios, as tramas sempre giravam em torno de seu personagem. Seu Madruga fez de tudo na série: foi cabeleireiro, treinador de futebol americano, carpinteiro, pugilista, entre outras profissões. A cada cena, uma dose de humor e sensibilidade que só os grandes artistas possuem.

Infelizmente, Ramón Valdéz fumava demais. O câncer no estômago acabou atingindo o pulmão e só foi descoberto quando não tinha mais saída. Internado num hospital da capital mexicana, Ramón foi operado no cóccix e faleceu devido a uma parada cardíaca. Mesmo passados tantos anos de sua morte, Ramón continua vivo na memória de todos os seus fãs que sempre aplaudem o seu talento ímpar para fazer rir.

(PG)
(PokeShiny)

Em um mundo ideal os amigos nunca teriam que morar longe. No meu mundo ideal seria assim e nunca existiria distância entre pessoas que se gostam.

Infelizmente vivemos no mundo real e aqui as leis são outras. Sinto saudades suas, e do tempo em que fazíamos quase tudo juntos. Foram tempos maravilhosos e vivemos aventuras incríveis.

Queria mais, queria estar mais perto de você, mas agradeço por todas as memórias que trago comigo, pois me alegram e consolam. Talvez um dia a vida nos reaproxime. Te adoro!

Meu querido amigo, eu sei como esta viagem foi sonhada, planejada e esperada por você. Viajar tem um poder transformador. Nunca voltamos os mesmos depois de uma viagem, principalmente quando vamos abertos para o novo. Mergulhe nesta experiência e deixe-se transbordar!

Permita que os novos ares, aromas, sabores, cores, sons e texturas tomem conta de você! Estranhe, compare, experimente, deixe-se entranhar. Não tenha medo do novo, do diferente. Abra o seu olhar de estrangeiro, viva tudo intensamente.

Dizem que quanto mais dinheiro se gasta numa viagem, menos se conhece o lugar! Por isso, vá a museus e galerias, faça passeios turísticos, mas também contemple as ruas escondidas dos bairros distantes.

Fuja de fast-foods e restaurantes gourmets, coma a comida local. Não ande apenas com os turistas, tente conhecer nativos, converse com o rapaz do café e com a vendedora de flores. Vá aos lugares onde as pessoas da cidade vão. Viva o lugar!

Traga mais memórias do que fotos, traga mais histórias para contar do que souvenirs para dar, viva os lugares por onde passar. Faça uma viagem espetacular e inesquecível. Volte renovado e com mais desejo de viajar!
Espero por você com muita curiosidade para saber das suas aventuras! Boa viagem e aproveite tudo ao máximo!